O presidente da Câmara Municipal de Ibiporã, vereador Lafayette Forin, abriu a sessão e solicitou ao vereador Orlando Ferreira que fizesse a leitura de um trecho da Bíblia Sagrada. E seguida anunciou a discussão e votação da Ata da Sessão Ordinária anterior, e como não houve manifestações a declarou aprovada. O presidente solicitou à vereadora Maricélia Soares de Sá (Mari de Sá), Primeira Secretária da Casa, para que procedesse a leitura das matérias do expediente.

Na Ordem do Dia os vereadores fizeram a primeira discussão e votação artigo por artigo o Projeto de Lei 019/2016, de autoria do Executivo Municipal, o qual dispõe sobre autorização para abertura de Crédito Adicional Especial até o valor de R$ 353.000,00 na LDO e no Orçamento vigente. A proposta obteve pareceres favoráveis das Comissões Permanentes de Justiça, Legislação e Redação e de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas e foi aprovada por unanimidade.

CONSELHO DE SEGURANÇA – O vereador Lucas Keller Botti pediu a palavra e disse: “Boa noite Presidente. Boa noite aos nobres vereadores. Boa noite às pessoas que nos visitam. Eu quero desejar também uma boa noite ao Senhor Claudio Buzeti, diretor presidente do Samae, e também aos ouvintes da Rádio Alternativa FM, que são tão importantes. Eu quero falar para vocês sobre a reunião que vai ter do Conselho de Segurança, do Conseg. Eu gostaria de dizer para vocês da importância de todos estarem participando desta reunião. Eu gostaria realmente que vocês participassem porque o tema da segurança está precisando de muito apoio da população e dos vereadores. Eu conto com vocês. Vai ser dia 15, às 20 horas, na próxima quarta-feira. Obrigado”.

ALERTA SOBRE EMPRÉSTIMOS – O vereador Orlando Ferreira pediu a palavra e disse: “Senhor Presidente, companheiros, demais presentes. Eu apenas queria dar aqui um alerta ao povo de Ibiporã e aos ouvintes da rádio Alternativa sobre a questão de você fazer empréstimos consignados, ou da pessoa aposentada que faz empréstimos nas casas que têm este tipo de procedimento. E dizer que nós temos aqui em Ibiporã a Crefisa, que tem escritórios no Brasil inteiro, que é uma empresa que está trazendo grandes prejuízos para o nosso povo. Para vocês terem um ideia, se vai ao banco e faz um empréstimo de 1.500 reais para pagar em um ano você vai pagar 1.800, 1.900, no máximo. Se você fizer na Crefisa, os mesmos 1.500 você vai pagar em um ano mais de 5 mil reais. Eu tive dois casos agora esses dias de pessoas que me procuraram, a mesma coisa, inclusive uma senhora que mora no Jamil Sacca, viúva, que recebe um salário mínimo, fez o empréstimo, e hoje ela está recebendo apenas 300 reais, o resto fica tudo na Crefisa. Os juros deles é um verdadeiro assalto à mão armada. São pessoas desumanas, que estão achacando o povo. Então é um alerta para que não faça empréstimos na Crefisa, porque se você fizer vai pagar cinco, seis vezes a mais do valor do empréstimo que você fez.” Em aparte, o vereador João Odair Pelisson disse: “Aproveitando, bem colocado pelo companheiro. Eu tenho recebido lá, não só da Crefisa, mas de todas estas financeiras que têm por aí, que fazem microcrédito ou consignados, e eu acabei fazendo várias ações deste tipo aí, e uma coisa é certa, é só entrar na Justiça e o juiz tem concedido, até muitas vezes lá, muitas coisas que não têm documento, eles estão, com diz o outro, o Judiciário deve estar por aqui com estas empresas, porque tudo o que a gente pede eles têm concedido. Outra coisa que eles têm feito muito, companheiro, que eu vi esses dias lá, que eu achei, um cara lá tinha setenta e poucos anos, oitenta anos, se ele tivesse mais 20 anos, ele não pagava a conta, é da Paranabanco este um. Ele não pagaria a conta se tivesse mais 20 anos. Olha o que eles foram fazendo. Eles fizeram aqueles empréstimos de 60 meses, quando chegava a 45, 50 meses, eles faziam um empréstimo para ele quitar aquele saldinho e refinanciava exatamente o mesmo valor, se era 351,25, ficava 351,25, não mudava, para a pessoa não perceber, a única coisa que mudava era o número de parcelas, ele voltava lá no número um de novo. Essa eu nunca tinha visto, mas não é de um só, eles têm feito de inúmeras pessoas, eles dizem que vai sobrar um dinheirinho pro senhor, quando ta faltando 15 parcelas, eles fazem um empréstimo, quitam aquelas 15 parcelas que estão faltando e faz uma nova, mas 60 meses de novo para a pessoa pagar, não paga nunca. Além do juro ser abusivo, e outra coisa, se for mais do que o índice que é por lei, companheiro, pode questionar, e o juiz determina que não seja descontado em conta se for um índice maior que os 30% lá que são permitidos. E dá danos moral ainda. Obrigado pelo aparte companheiro.” O vereador Orlando Ferreira retomou a palavra e disse: “Eu fico impressionado, como é que o governo permite um assalto desse. Porque você pega uma pessoa, quando vai fazer um empréstimo desse, é porque está apertado, ainda ganha pouco, ele está desesperado, aí você acaba com a tua vida, porque você nunca mais consegue pagar. Eu já fiz empréstimo consignado, não na Crefisa, em outro lugar, não é tão caro assim, é caro, mas não é tão caro assim, agora na Crefisa… por isso eles têm propaganda na Rede Globo, eles financiam o Palmeiras, porque o dinheiro não é deles, o dinheiro é do povo. Então o seguinte, quem tiver empréstimo e está sendo explorado, alguns eu vou mandar para o companheiro resolver, ou vem falar comigo que eu tenho uma saída também, muito boa e fácil de sair, agora não faça, mas se quer sair, fala comigo que eu encaminho ou eu mesmo resolvo. Outra coisa, conversando com o nosso delegado que está indo embora, ou já foi, ele me disse o seguinte, que foi embora daqui por interferência do deputado Tiago Amaral e do Cobra, foram os dois deputados que conseguiram levar ele para Cambé, e valeu a pena porque é um delegado que estava fazendo um trabalho muito bom em Ibiporã, mas ele disse que os deputados Cobra de Tiago Amaral interferiram junto ao governo e me tiraram daqui, foi essa a palavra dele. Então fica registrada a minha palavra. Obrigado”.

SEGURANÇA, PATRULHA ESCOLAR, PROERD – A vereadora Mari de Sá pediu a palavra e disse: “Presidente, vereadores, às pessoas que se fazem presentes a essa reunião, mais uma vez, obrigada, eu fico bastante feliz quando vejo a Câmara com público, isto é importante. Eu gostaria de usar a palavra presidente porque nós tivemos na semana passada os membros do Conselho Tutelar aqui que foi uma discussão bastante ampla, que abordou a questão da segurança pública, programas ligados à educação que visam a diminuição da marginalidade, violência e criminalidade. E diante de todos estes levantamentos, eu me disponibilizei na semana passada para a gente trabalhar em cima de alguns itens, e claro que quando a gente começa a fazer as ligações, requerimentos, a gente aguarda retorno, e sempre aguardamos um retorno positivo, mas sabemos que nem tudo pode ser atendido, mas eu queria fazer aqui um agradecimento especial a Patrulha Escolar Comunitária, eu liguei em Curitiba, para o comando da PEC, que é responsável pelo Proerd, que foi realizado em Ibiporã de 2001 a 2014 pela sargento Edmara, e nessa ligação, eu já tinha falado com o major Mario Jorge, que é o subcomandante, não era o responsável, mas na conversa com ele, ele foi bastante amplo, na questão que eles precisam formar profissionais para capacitar na questão do Proerd nas cidades. E nesta nossa conversa eu falei olha nós temos a sargento Edmara que já trabalho nesta questão até 2014 e que ela está disponível, já tinha ligado para ela também, e ela se colocou à disposição, mas ela precisa dos comandos, dos chefes para que seja positivo. Em meia hora, nós recebemos uma ligação bastante positiva que estão viabilizando o retorno do Proerd em Ibiporã. Então provavelmente nós temos aí algumas reuniões agendadas com a educação, também acolheu de maneira bastante positiva, também falei com o prefeito, que também se disponibilizou a fazer esta parceria juntamente com a Polícia Militar, porque é um projeto que ele demanda também, além de todo projeto, de recurso financeiro, de pessoal, pessoas nós temos, que é pelo governo do Estado, a sargento Edmara, que já é capacitada pra desenvolver este projeto, e o prefeito também disponibilizou um espaço para que seja feito este trabalho aqui em Ibiporã e de recursos também que deverão ser necessários aí diante de uma possível formatura. É um projeto que a gente sabe da importância, os conselheiros aqui falaram bastante desse retorno do Proerd, que ele tem um impacto bastante valioso em nossa sociedade, foram 14 anos de trabalho, e a gente conversa com todas as escolas, professoras veem de maneira bastante positiva, os pais, e realmente o movimento que a sargento Edmara faz com estas crianças de quinto ano é bastante grande. Então eu acredito que em breve este projeto seja retornado, ele seja resgatado, e eu fico muito feliz realmente de saber dessas parcerias, que quando o projeto realmente ele é eficiente, ele tem retorno, ele vai produzir um bem, teve este parecer favorável, tanto do prefeito, da secretária de Educação, e principalmente da sargento Edmara aí junto com a PEC, junto com o seu comando. Entendo também, o subtenente falou mais de capacitar mais pessoas para esse Proerd, que é um programa que realmente traz resultado para a nossa cidade, para a nossa sociedade, vale muito estes policiais dentro da sala de aula, deste quinto ano, porque nós sabemos que este resultado vai acontecer em longo prazo, mas sabemos que ele vai acontecer realmente, porque as crianças que passaram pela Edmara tem um visão diferenciada em relação à violência. Em relação às drogas, porque realmente ela cria um vínculo, ela tem essa formação específica pra isso. E o tenente pediu também que fosse encaminhado, que fosse feito o reforço para que mais policiais sejam destinados a essa formação. Então o nosso também ofício, o nosso requerimento também aqui é para que sejam destinados novos policiais desta escola que logo se finaliza, para que sejam destinados alguns para essa formação, capacitação do Proerd. Ao mesmo tempo, nós tivemos a posse do novo comando do 5º Batalhão em Londrina, então assim culminou tudo nesta semana tivemos bastante acontecimentos ligados à Polícia Militar, e nós tivemos a nomeação do Major Campos, ele foi empossado, Major Campos tem um relação muito grande com a cidade de Ibiporã porque ele tem familiares aqui, e eu acredito, na posse dele, ele ficou, nós… em conversa com ele, ele disse que Ibiporã vai ser olhada sim de uma maneira bastante especial, fiquei bastante feliz, agradecemos, lá estava na posse o Senhor Mohamed, que foi presidente da Associação Comercial, enfim, dentre outros ibiporaenses também, pela proximidade desse, do Major Campos nesse 5º comando que foi empossado agora, foi bastante bonito, uma cerimônia bastante bonita, ele é bem respeitado no meio, e eu acredito que para Ibiporã, eu to vendo de uma maneira bastante positiva. Referente à segurança pública é aquilo que eu disse, o que está ao nosso alcance, o que compete a nós, como o Lucas disse, participar deste conselho de segurança, fazer outras articulações, ligadas à educação, ligadas ao policiamento, enfim, a nossa intenção é somar. Tem um pedido também ao major Campos de direcionamento de policiais logo após esta formação, que nós sabemos que está tendo aí uma formação de policiais, tem uma escola que eles estudam durante um período para realmente efetivar, o seu trabalho em ruas, enfim, o seus trabalhos, e nesse pedido também para que sejam direcionados mais policiais para Ibiporã. Sabemos que o cidadão ele sente a necessidade de ter o policial do lado. Essa sensação de segurança que é passada pelo policial é algo bastante contemplado pela comunidade. Quando se fala em segurança pública, a maioria das pessoas fala a é policiais, e a gente sabe que não é só policiamento, isso faz parte sim duma parte da segurança pública no entanto são outros, vários outros quesitos que eu já disse na segunda passada. Queria também agradecer, nós temos o Senhor Sérgio, que é o diretor do DER aqui de Ibiporã, e também em ligação com ele, fiz um requerimento, o vereador Daniel também fez, né vereador, lá da rotatória do Jardim Santa Paula e do San Rafael. Ali nós temos um trecho que qualquer período de chuva, seja leve ou um pouco mais pesada, realmente abrem ali as crateras, ne Daniel, e bem grandes, são vários buracos, é uma região bastante conturbada por causa da água que desce ali do Santa Paula, da região ali da ACI, e em conversa com ele, ele falou não vereadora parando a chuva a gente consegue fazer um recapeamento, mas além disso eu falei olha que a gente precisa ali é que seja planejado algo diferente, porque é um tapa buraco que dá duas, três semanas, e ele já está realmente saindo, e eu fiquei bastante feliz porque ele falou que dentro de dois meses tem um planejamento para que seja feito um trabalho diferenciado ali naquele período, naquele trajeto, sabendo também, eles têm conhecimento também ne do que acontece naquele trecho, e realmente eu já presenciei acidente ali devido aos buracos que ali se formam e tem um planejamento para daqui a dois meses para que tenha um recorte realmente no asfalto, como eles fazem em alguns trechos, fazem aqueles recortes para fazer essa manutenção, esse recapeamento. Então assim, eu fiquei bastante feliz, porque foi uma semana que teve bastante resultado nas ligações, nos requerimentos, algumas antes mesmo do requerimento chegar nós já vimos acontecer que foi este caso do DER, então meu agradecimento realmente ao DER, a PEC, Patrulha Escolar Comunitária aqui da região de Londrina, de Curitiba, por este atendimentos, eu realmente, quando a gente vê o trabalho sendo efetivado, sendo realizado, enquanto representante, nós agradecemos todos que estão envolvidos, era isso que eu gostaria de deixar registrado, desejar uma boa semana a todos. Obrigada presidente.”

ROTATÓRIA E ZONA DE AMORTECIMENTO – O vereador Hugo Furrier pediu a palavra e disse: “Boa noite Presidente, vereadores, pessoas que se fazem presentes. A vereadora Mari comentou sobre requerimentos, bom vereadora nós também tivemos uma notícia positiva. Na sessão passada comentamos sobre o trânsito que estava um caos ali na frente do Supermercado Muffato e a Agroterra, e nó comunicamos, fizemos um requerimento, sugerido ao prefeito que ele pudesse estar vendo a possibilidade de uma rotatória, porém ele já tinha o projeto, e aí teve uma boa notícia, no qual saiu o requerimento no jornal, o prefeito também autorizou a construção de uma rotatória ali próximo ao IBC. Espero que esta rotatória possa dar mais segurança às pessoas que transitam naquela região. E outra coisa que eu gostaria de falar com os nobres companheiros aqui é sobre o Projeto 12, que trata de zoneamento, da zona de amortecimento, ele volta pra esta Casa na próxima sessão, este projeto já foi retirado por mais de três sessões, por mais de três vezes, por este vereador, então o que eu quero dizer as vossas excelências é o seguinte que amanhã nós fizéssemos um requerimento solicitando ao prefeito municipal que ele pudesse mandar outro mapa com os quatro itens que foram discutidos, aquele item polêmico da questão da zona de amortecimento que ele pudesse ser feita outra discussão me parece que ia ser feita uma comissão para estar julgamento aquela parte próxima ao Horto Florestal, porque se não vai chegar segunda-feira novamente e nós vamos fazer o quê, nós temos que votar ou nós temos que arquivar ou postergar novamente, então nós temos que fazer um requerimento acredito que em nome de todos os vereadores aqui, vereador João Odair, para que nós possamos resolver este projeto de uma vez, porque tem quatro itens ali que precisam ser aprovados para que possamos tocar em frente este projeto. Em aparte, o vereador João Odair Pelisson disse: “Eu concordo, já falei com o nosso presidente Lafayette hoje, isso daí já virou uma novela, as pessoas que teriam a obrigação de fazer o mapa e enviar, o Senhor Prefeito já pediu, e só estamos no aguardo dessas pessoas, mas pelo que foi dito elas não têm muito interesse em enviar o novo mapa, a meu ver nós poderíamos até nós mesmos fazermos a substituição do mapa, mas como o Senhor Presidente acha que não devemos, eu tenho que concordar com ele, mas eu concordo que nós façamos um requerimento, quarta-feira, como foi dito aí, vai ter uma reunião às 8h30 aqui, nesta reunião todos os vereadores assinassem este requerimento, fizesse pela Comissão, ou todos os vereadores para que nós pudéssemos cobrar do Senhor Prefeito, acho que ele não tem que pedir, tem que determinar que se encaminhe aqui, se nós tirarmos de pauta mais uma vez vai continuar isso aqui, eu não gostaria de ter que retaliar algum tipo de projeto que eu sei que vai vir para a Casa aqui em consideração ao fato de que eles estão de toda maneira querendo atravancar este projeto, eu sei que não é de cobrar do Senhor Prefeito, mas ele como mandante, ele tem que mandar, não mandar, determinar e acabou, certo, acho que não tem este negócio de pedir, lá ele está na função dele que tem de mandar, e nós estamos numa posição que é justa, foi discutido em audiência pública, e eles estão querendo vincular aquilo ali simplesmente para que nós legalizemos uma coisa que nós não temos nada a vez com aquilo ali, eu já disse que não vou fazer, não concordo com aquela expansão da zona de amortecimento, então por isso eu concordo plenamente com vossa excelência. Obrigado.” O vereador Hugo Furrier retomou a palavra e disse: “Eu só coloquei esta questão porque a sociedade nos cobra e nós precisamos resolver este assunto que é polêmico, mas a gente não pode ficar com esta bomba em nossas mãos aqui”. Em aparte, o vereador Lafayette Forin disse: “E até levando em consideração que não foi passado por audiência pública, começou a ser discutido, e foi retirado, foi se definido que iria ficar para outra vez, mas mesmo assim, mandaram para nós, vamos por assim, como já falei antes, mais uma vez a bomba vindo parar aqui, mais uma vez o abacaxi para a gente descascar e até exigindo, a Secretaria de Obras, a legalidade da coisa, se quer mandar, que mandem certo, que venham aqui, que façam audiência pública, se tenha discussão com pessoas que realmente estão gabaritadas para se discutir isso, e se ache a melhor solução possível para que os agricultores, as pessoas ali em torno, não venha a prejudicar a sua vida pessoal até o sustento de sua família como outros. Obrigado.” O vereador Hugo Furrier retomou a palavra e disse: “Eu agradeço vereadores e conto com o apoio de vocês neste requerimento. Obrigado e boa noite a todos.”

CEMITÉRIO – O vereador Daniel Sarabia pediu a palavra e disse: “Boa noite Presidente, vereadores, pessoal do Samae, Claudio. Estive nesta última reunião e realmente até me estranha porque o prefeito me dirigiu a palavra dizendo que ou nós, que ele ia desmembrar o projeto, que aquilo que era para ser votado ia mandar, e a zona de amortecimento ia desmembrar em dois, mas até agora não chegou nesta Casa. Outra coisa que eu queria falar. Como é de conhecimento, minha mãezinha veio a falecer neste final de semana e eu vi lá na capela, uma coisa que, inclusive, três carros, do meu irmão e outros bateram num poste lá, um absurdo, eu vou tirar uma fotos lá, fazer um requerimento, se é responsável a prefeitura ou a Copel. Ali existe o estacionamento, você entra no estacionamento ali, quando está cheio o cara tem que sair de ré, e geralmente quando o cara está chegando ele vira o carro, o filho do Jacinto Semprebom bateu, meu irmão bateu e outros cara bateu, então eu acho que o poste ta errado, eu achei um absurdo, ta um muito absurdo aquilo lá. Então, eu não sei a responsabilidade de quem é, se é da Copel ou se é da Prefeitura, mas aquele poste tem de tirar de lá, já pensou quantos carros já não bateram lá, inclusive eu fui lá, meu irmão falou assim po vereador vai lá dar uma olhada, me cobrou, então aquilo lá tem de tirar de lá, ta um absurdo, eu acredito que como foram três carros que bateram, eu imagino o que já não foi de carro que bateu lá. Obrigado presidente”.

No Período de Encerramento, o presidente informou que o Diretor do SAMAE, Sr. Claudio Buzeti, está presente para, após o encerramento desta Sessão, apresentar aos vereadores os esclarecimentos sobre o reajuste da Tarifa de Água e sobre o Programa ‘Ibiporã Devolve’, em atendimento ao convite feito pela Câmara Municipal.

O presidente agradeceu a presença de todos e CONVOCOU a Câmara para a próxima SESSÃO ORDINÁRIA, dia 20-06-2016 (segunda-feira), às 18h30min, neste mesmo local, anunciando para a pauta Ordem do Dia a 2ª discussão e votação em globo do Projeto de Lei n° 19/16; e a 1ª discussão e votação artigo por artigo dos Projetos de Lei n°s 012 e 14-2016; e do Projeto de Decreto Legislativo n° 01/2016, declarando encerrada a Sessão.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009