DestaqueLondrinaPoliciaPolicial

Protesto de moradores de Londrina fechou uma das pistas da rodovia PR-445

Uma manifestação de moradores do conjunto habitacional União da Vitória VI, de Londrina, no norte do Paraná, bloqueia uma das pistas da PR-445, nesta quarta-feira (25). A interdição ocorre no trecho que segue sentido Curitiba.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) está no local acompanhando o protesto e orientando motoristas de carros e motos a desviarem do local. Os condutores devem passar por dentro dos conjuntos habitacionais União da Vitória e Jamile Dequesh.

Os moradores cobram a construção de asfalto e rede de esgoto no conjunto, mais horários de ônibus do transporte coletivo e que a coleta do lixo seja feita dentro do bairro, pois os caminhões passam em ruas distantes.

Os moradores aguardam a chegada de representantes da prefeitura para negociar as reivindicações. Após isso, o trânsito será liberado no local.

 

Retorno aos pedidos

A Prefeitura de Londrina informou que os conjuntos União da Vitória V e VI são ocupações irregulares.

No caso do União da Vitória VI, a Companhia de Habitação está contratando empresa para fazer análises topográficas da área, que é bastante acidentada, para confirmar onde é possível fazer melhorias, como asfalto e esgoto.

Já as características geológicas e também ambientais do União da Vitória V impedem qualquer tipo de obra.

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) disse que não houve alterações recentes em linhas de ônibus que atendem o bairro e que não tem regisrto de reclamações de usuários. A Companhia pediu que os passageiros façam o registro na CMTU para que sejam analisadas alterações nas rotas e horários.

Em relação a coleta de lixo, a CMTU disse que o caminhão não consegue entrar em algumas ruas e, por isso, os moradores preciam levar o lixo até centrais de coleta na entrada no bairro. Disse que dessa forma todas as famílias são atendidas.

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) ainda não se pronunciou sobre os pedidos dos moradores.

 

Com informações do G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close