LondrinaManchete

Programa Cartão Futuro Emergencial incentiva contratação de aprendizes

Com o objetivo de manter jovens no mercado de trabalho, o programa do Governo do Estado concede um auxílio de três meses às empresas em caráter emergencial

As empresas que querem contar com a força de trabalho dos menores aprendizes e proporcionar uma formação profissional aos jovens têm um instrumento de apoio nessa empreitada. O Programa Cartão Futuro Emergencial foi criado pelo Governo do Estado do Paraná para incentivar a contratação dos menores aprendizes e para manter os que já estão empregados no mercado de trabalho. Em Londrina, a adesão ao Cartão Futuro Emergencial deve ser feita na Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Renda (SMTER).

As empresas, que aderirem ao programa, terão um subsídio pago pelo Estado durante três meses, em caráter emergencial. O valor de R$ 300,00 será pago para cada aprendiz que já integra o quadro da instituição e de R$ 500,00 para novos contratados, sendo o montante depositado diretamente para a empresa.

O requisito para que as empresas contem com esse auxílio é a manutenção dos contratos de aprendizagem, que receberem o aporte por, no mínimo, sessenta dias após o pagamento da última parcela do auxílio. A medida, em princípio, se estende aos jovens entre 14 e 18 anos. As empresas que quiserem mais informações podem entrar em contato pelo WhatsApp (43) 3373-5713. “Estamos vivendo um período no qual as incertezas do coronavírus afetaram as empresas, inclusive nos contratos de aprendizagem. Propiciar uma segurança, aportar recursos para a manutenção desses contratos e incentivar que os empresários empreguem esses jovens são passos importantes, que o Estado e o Município estão dando, para que a retomada da economia seja robusta”, pontuou o secretário do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos.

A chefe do Escritório Regional da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, Deise Tokano, ressaltou o papel social da iniciativa e a empregabilidade. “Essa ação do Governo do Estado está ajudando a inserir os jovens no mercado de trabalho e garantir a manutenção de 15 mil vagas de empregos em todos Paraná. Não tenho dúvidas que trará um benefício, ainda maior, às famílias dos jovens em vulnerabilidade social na nossa região”, afirmou.

 

 

Via
Assessoria PML

Artigos relacionados