Professores da Universidade Estadual de Londrina (UEL), no norte do Paraná, aprovaram “estado de greve”, anunciou o Sindicato dos Professores do Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região (Sindiprol/Aduel). A decisão foi tomada por cerca de 160 professores em uma assembleia realizada com a categoria nesta terça-feira (5). Mesmo com a decisão, por enquanto não há paralisação das atividades.

Os docentes são contrários ao projeto de lei do governo estadual que prevê a revogação da reposição da inflação nos salários dos servidores públicos em janeiro de 2017.

O governo estadual não deu prazo para protocolar o projeto de lei. Em nota, informou que um grupo técnico ainda avalia os impactos financeiros do funcionamento no orçamento de 2017 e que nada está decidido por enquanto.

Ao aprovar o estado de greve, o sindicato pode chamar assembleias a qualquer momento para discutir a reivindicação com a categoria.

Os servidores da universidade também realizaram assembleia na manhã desta terça-feira no campus da UEL, e, por enquanto, a maioria descartou a possibilidade de greve ou outro tipo de paralisação.

Os servidores decidiram apenas montar uma caravana que irá à Curitiba para acompanhar as discussões de propostas salariais.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009