Para ofertar o serviço de Residências Inclusivas, proposta inédita desenvolvida em parceria com a Prefeitura de Londrina, a Associação Flávia Cristina abriu um processo seletivo de profissionais. São ofertadas 32 vagas para os cargos de assistente social, psicólogo, cuidador, auxiliar de cuidador, terapeuta ocupacional, trabalhador doméstico, e serviços gerais. Os salários variam na faixa de R$1.100,00 a R$2.400,00, e as inscrições serão aceitas até esta segunda-feira (8).

A lista completa com detalhes de cada função, carga horária, exigência de escolaridade, experiência profissional e outros quesitos deve ser conferida no Edital nº 001/2021, publicado na fanpage da Associação Flávia Cristina – link www.facebook.com/afc.org.br.

Divulgação

A participação no processo seletivo ocorre mediante envio de currículo e documentação comprobatória para o e-mail comunicacao@afc.org.br, dentro do prazo estipulado. Podem se candidatar pessoas com idade igual ou superior a 18 anos, que atendam aos critérios de cada função.

Finalizado o período de inscrições, haverá análise dos documentos e currículos enviados, para contagem de pontos. Os primeiros classificados para cada cargo serão convocados para entrevistas individuais e, nessa etapa, podem ser solicitados documentos complementares. A expectativa da entidade é que a lista final de classificação, com convocação para início das atividades, seja divulgada em 8 de março. Os profissionais serão contratados pela entidade no regime CLT.

Acolhimento – As Residências Inclusivas são uma proposta inédita da Prefeitura de Londrina, voltadas ao acolhimento de pessoas com deficiência sem apoio familiar nem condições de autossustentabilidade, com idade de 18 a 59 anos. O intuito é promover a integração social e a progressão da autonomia, por meio de sua inclusão na vida comunitária e atendimentos especializados.

Para este serviço, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) irá investir o montante de R$ 1.375.046,64, em parcelas mensais no valor de R$ 114.587,22.

A Associação Flávia Cristina foi selecionada mediante Edital de Chamamento da SMAS, publicado em 2020. O Termo foi formalizado na última sexta-feira (29), e a expectativa é que a primeira residência inicie suas atividades no mês de março.

Segundo a diretoria de Proteção Social Especial da SMAS, Josiane Nogueira, já há um grupo de nove pessoas pré-selecionadas para o serviço, e que atualmente estão acolhidas em instituições conveniadas. “Uma comissão, composta por representantes da SMAS, da Associação e da Secretaria Municipal de Saúde, ficará responsável por analisar todos os casos pré-selecionados. Essa avaliação é para confirmar se eles de fato integram o público-alvo para as residências inclusivas. Além disso, a comissão vai elaborar um plano de trabalho para atendimento e transição dessas pessoas”, detalhou.

A primeira residência já está passando por reforma e melhorias, para que no próximo mês acolha dez pessoas, número limite estipulado para o serviço. “Serão três casas com até dez pessoas acolhidas em cada uma, sendo elas pessoas com deficiência e dependentes, com mais fragilidades e vulnerabilidades. Portanto, precisamos de profissionais bem capacitados pois esse trabalho terá uma grande responsabilidade, de respeitar a cidadania e dignidade dessas pessoas. Estamos muito felizes pelo fato de a Flávia Cristina ter sido a instituição selecionada, pois eles têm muita experiência nessa área e uma história de luta pelas pessoas com deficiência. Isso já contribui para um melhor atendimento e a garantia dos direitos dessas pessoas”, finalizou.

 

 


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009