O presidente da Câmara Municipal de Ibiporã, vereador Lafayette Forin, intermediou um encontro entre o deputado estadual José Carlos Schiavinato (PP) e a direção do Hospital Cristo Rei. A intenção foi de conhecer os problemas da entidade filantrópica para depois atuar junto às autoridades do setor da saúde, no Estado e na União, para obtenção de recursos que possam manter a instituição funcionando plenamente.

Estiveram presentes à reunião o interventor do hospital Dr. Carlos Luis Oporto Castro, o diretor administrativo Gilson César de Oliveira, o gerente financeiro Ralph Barbosa Souza Gonçalves, o diretor técnico Dr. Franklin Ribeiro da Silva, a assessora da direção Rúbia Gomes e o assessor Paulo Tinoco, que veio acompanhando o deputado.

A principal reivindicação da direção do hospital foi solicitar ao deputado que agendasse um encontro com o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, e o diretor Paulo Almeida, para verificar se é possível fazer um aditivo ao convênio de insumos existente entre a entidade e o Estado, que se encerrou em março, possibilitando assim o recebimento, por mais três meses (abril, maio e junho), de uma verba de R$ 185 mil por mês.

A direção solicitou também ao deputado que colaborasse na aceleração de um projeto que está na Casa Civil e deverá ser enviado à Assembleia Legislativa que vai garantir o repasse de verbas diretamente do Estado para os hospitais filantrópicos que estão sob intervenção sem a necessidade de celebração de convênios.

O Cristo Rei está sob intervenção desde maio de 2014, e segundo os diretores tem uma despesa de R$ 950 mil por mês, contra uma receita de R$ 750 mil, por isso o aditivo deste convênio seria importante para manter a instituição funcionando.

Há também a questão do 13º salário de 2014 e o vale alimentação dos funcionários que está em atraso, além de dívidas trabalhistas e também com fornecedores, que estão sendo negociadas.

Para quitar os atrasados, o hospital tenta obter um empréstimo de R$ 800 mil da Caixa, mas esbarra na falta de certidões negativas. A atual administração conseguiu negociar com o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), mas sofreu um duro golpe por causa de uma ação movida pela Caapsml (Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais de Londrina) que acusou os hospitais de Londrina e Ibiporã de alinhamento de preços. O caso foi parar no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), que condenou a instituição a uma multa de R$ 659 mil e acabou levando ao cancelamento das certidões negativas.

Também houve recentemente o bloqueio de R$ 96 mil na conta do hospital para o pagamento de ações da Justiça do Trabalho. O hospital está recorrendo destas condenações e procurando uma maneira de evitar novos bloqueios de verbas.

Outro problema, este mais urgente, segundo a direção do hospital é a falta de pagamento aos médicos, que estão com dois meses de atraso. Eles ameaçam parar o trabalho se não receberem e, com isso, o hospital corre o risco imediato de fechar as portas, conforme os próprios diretores disseram durante a reunião.

Um problema apontado durante o encontro é que as receitas do hospital estão sem reajuste enquanto os atendimentos aumentam a cada dia. No caso dos partos, por exemplo, o convênio com o Estado, no programa Mãe Paranaense, prevê o repasse para 50 partos por mês, mas o hospital garante que este número está entre 70 e 76 partos todos os meses. Em um dia desta semana, a pediatria chegou a atender 56 crianças, além de dar assistência aos partos e emergências.

Segundo a direção, o hospital está há um ano e meio sem pagar a conta de luz, que gira em torno de R$ 24 mil por mês. A prioridade é pagar a empresa que fornece o oxigênio, em torno de R$ 10 mil mensais, e outros insumos e medicamentos para poder dar atendimento aos pacientes.

Os diretores disseram que, se este convênio for aditivado pelo Estado, poderão respirar por mais uns meses, enquanto se resolvem as pendências das certidões negativas. De posse desses documentos, pretendem fechar contratos de prestação de serviços com pequenos municípios da região para fazer cirurgias eletivas, ortopédicas e até mesmo vasculares, aumentando a receita do hospital em aproximadamente R$ 250 mil por mês, equilibrando as contas.

A direção manifestou interesse de caminhar com as próprias pernas, mas até acertar estas questões pendentes que foram deixadas pela administração anterior, precisa de mais verbas do Município, Estado e União.

Depois de ouvir estas questões, o deputado Schiavinato se comprometeu a agendar o mais rapidamente possível a reunião com o secretário estadual da Saúde e solicitou um prazo de 45 dias aos médicos, para que continuem trabalhando, porque o Hospital Cristo Rei é muito importante para o Estado e principalmente para Ibiporã e cidades da região.

Disse também que está lutando para que haja a diminuição na alíquota do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) que incide sobre a conta de luz das entidades filantrópicas e públicas.

Afirmou também que em Toledo, onde foi prefeito, o Hospital Bom Jesus enfrenta dificuldades ainda maiores, mas está havendo uma grande mobilização por parte de todos os municípios daquela região para evitar o fechamento da instituição e cobrar mais verbas do Estado, da União e das prefeituras.

“O que estiver ao meu alcance para melhorar a situação do Hospital Cristo Rei eu vou fazer, mas peço um pouco mais de paciência porque temos que agir rigorosamente dentro da legislação. Vou agendar a reunião na Secretaria de Saúde e acompanhar os diretores da instituição neste pleito pelo aditivo ao convênio porque o hospital é muito importante para o Estado”, disse o deputado Schiavinato.

O vereador Lafayette Forin também disse que vai continuar mantendo contato com as autoridades em busca de soluções para os problemas apresentados pela direção do hospital.

No final, os diretores da instituição fizeram questão de agradecer a visita do deputado Schiavinato e a intermediação do vereador Lafayette para que juntos possam colaborar na manutenção do funcionamento do Hospital Cristo Rei.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009