CidadesLondrinaNotíciasPolítica

Prefeitura de Londrina é líder em ranking nacional de Funcionamento da Máquina Pública

Levantamento feito em 2021 foi realizado pelo Centro de Liderança Pública, entidade independente apoiada por algumas das maiores empresas do país

Londrina ficou em primeiro lugar no Ranking de Competitividade dos Municípios Brasileiros, realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), no quesito Funcionamento da Máquina Pública. É o segundo levantamento seguido liderado por Londrina neste quesito. Em segundo lugar, ficou o município de Curitiba, seguido por Francisco Beltrão (3º), Blumenau (4º) e Juiz de Fora (5º). Participam do ranking os 411 municípios com mais de 80 mil habitantes, de todos os estados brasileiros.

O CLP é uma organização suprapartidária, sediada em São Paulo, voltada ao engajamento e desenvolvimento de líderes públicos para enfrentamento dos desafios ao desenvolvimento do Brasil. Existe há 13 anos e é financiado por algumas das maiores empresas do país, como Itaú, Gerdau, BTG Pactual, Votorantim e B3 (Bovespa). O ranking de Funcionamento da Máquina Pública é composto por cinco quesitos: Transparência Municipal, Qualificação do Servidor, Tempo para Abertura de Empresas, Custo da Função Administrativa e Qualidade da Informação Fiscal e Contábil.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, expressou sua satisfação com o resultado e destacou que essa classificação é consequência de diversas iniciativas realizadas pela atual administração municipal. “Temos investido muito em medidas voltadas à transparência e desburocratização do serviço público, assim como melhorias nos processos de gestão pública. Por meio da economia de recursos e do aperfeiçoamento dos serviços prestados, essas políticas contribuem para a melhoria da qualidade de vida da população. Esse é um trabalho continuado, e estamos inclusive implantando uma política municipal de Governança Pública e Compliance, por meio de uma iniciativa que contou com a colaboração do Tribunal de Contas da União”, disse.

De acordo com o CLP, se a máquina publica for eficiente, composta por servidores qualificados, funcionar de forma transparente e com custo adequado, será capaz de identificar oportunidades e resolver problemas, o que impacta positivamente na competitividade do Município.

Sobre Londrina, o CLP destaca que a cidade continua a apresentar excepcional desempenho em Transparência Municipal, já que nos dois últimos levantamentos da Controladoria Geral da União/Ministério da Justiça aparece como a cidade mais transparente do Brasil. No quesito qualificação do servidor, Londrina obteve o segundo lugar dentre os 411 municípios pesquisados. Em relação ao Tempo para Abertura de Empresas, o levantamento indica que Londrina apresentou “melhoria expressiva”.

Para o secretário municipal de Gestão Pública, Fábio Cavazotti, o ranking traz visibilidade e credibilidade aos investimentos do Município na melhoria da máquina pública, tanto por meio de ações voltadas à transparência quanto pelo uso de indicadores para mensuração de desempenho. De acordo com Cavazotti, o desafio é melhorar ainda mais nos quesitos em que há espaço para crescimento e manter a liderança em Transparência.

“Londrina se tornou referência nacional em Transparência, tramitando todo tipo de processo que envolve recursos públicos de forma eletrônica e acessível, 24 horas por dia, ao público e órgãos de controle. Há monitoramento constante das ações, não só por parte das secretarias, mas também pela Ouvidoria e Controladoria-Geral do Município”, explicou.

Ainda segundo o secretário de Gestão Pública, este tipo de ranking divulga Londrina positivamente junto aos grandes centros e fora do país. “Consolidamos a imagem de uma cidade eficiente nas políticas públicas e com credibilidade para atrair investimentos públicos e privados, importantes para o desenvolvimento cada vez maior da cidade e da qualidade de vida dos londrinenses”, afirmou.

O secretário municipal de Governo, Alex Canziani, destacou que Londrina também evoluiu no índice geral de competitividade dos municípios, calculado através de diversos quesitos. “Além do primeiro lugar no quesito funcionamento da máquina pública, Londrina ainda subiu cinco posições no índice geral, em relação ao ano passado, e hoje está na 37ª posição no Brasil. Um dos fatores principais por trás dessa evolução é a questão da eficiência no serviço público que, além da transparência, inclui as ações para a qualificação dos servidores, realizadas pela Escola de Governo. Queremos evoluir cada vez mais, e vamos continuar empreendendo os esforços necessários ao desenvolvimento da gestão”, disse.

Via
Prefeitura de Londrina

Artigos relacionados