LondrinaSaúde

Prefeitura amplia vacinação contra Covid-19 para adolescente de 12 anos

Município também reduziu o intervalo para aplicação da terceira dose (de reforço) nos idosos e profissionais e trabalhadores de saúde, de 180 para 150 dias

Dando sequência ao Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), anunciou, nesta terça-feira (23), a liberação do agendamento da vacinação para adolescentes de 12 anos ou mais. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa concedida pelo secretário da pasta, Felippe Machado, no Centro de Imunização da Zona Norte.

Estão com o cadastro validado, aptos a fazer o agendamento, 9.538 jovens com esta idade, em Londrina. O agendamento poderá ser feito a partir de amanhã (24), no site da Prefeitura de Londrina, aqui, nos seis locais disponibilizados pela Prefeitura: Centro de Imunização da Zona Norte e as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Jardim do Sol, Alvorada, Eldorado, Ouro Branco e Casoni. Elas atendem de segunda a sábado, das 7h às 19h. Os endereços estão disponíveis aqui.

No ato da imunização é preciso apresentar documento de identificação com foto, como RG, e o comprovante de inscrição, que contém o QR Code, emitido no Portal da Prefeitura. Os menores de idade podem comparecer na vacinação sozinhos, desde que munidos de um formulário de autorização assinado pelos pais ou responsáveis. (Clique aqui para imprimir o modelo do Termo de Consentimento).

O secretário municipal de Saúde destacou que o município caminha para a reta final da segunda fase do Plano de Vacinação, com a possiblidade de vacinar todos os maiores de 12 anos até o final de semana. “Isso nos deixa muito felizes, pois demonstra que o trabalho de organização e planejamento de toda a equipe da Prefeitura tem surtido efeito positivo no processo de vacinação e protegido a população, que é o nosso maior desafio”, enfatizou.

Machado também ressaltou que a expectativa do Município é avançar com a aplicação das terceiras doses (de reforço) até o final do ano. “Sabemos que a pandemia ainda não acabou, mas com bom senso e mantendo os critérios de segurança poderemos ter um Natal e Ano Novo muito melhores do que nos últimos dois anos, curtindo momentos em família e iniciando o ano de 2022 com a cobertura vacinal adequada”, apontou.

De quarta-feira (24) até sábado (27), a Prefeitura liberou 20 mil vagas de agendamento para atender todas as demandas da vacinação, de primeiras, segundas e terceiras doses. Outra novidade anunciada na coletiva foi quanto à redução do intervalo para aplicação das terceiras doses da vacina em idosos e profissionais e trabalhadores de saúde. A novidade é que a partir de 150 dias da aplicação segunda dose, de qualquer marca, este público poderá agendar a terceira. Antes, o intervalo era de 180 dias entre as aplicações.

A SMS também anunciou que, a partir de segunda-feira (29), vai fazer o bloqueio dos cadastros validados e liberados para agendar a vacinação há mais de 20 dias, que não fizeram o agendamento, seja de primeira, segunda ou de terceira dose. Segundo os dados da SMS há cerca de 20 mil pessoas nesta situação. “Identificamos eu há muitas pessoas que não estão agendando e não sabemos se elas tomaram em outro local ou não. Decidimos, então, fazer esse bloqueio, porque não podemos ficar com vacinas paradas esperando estas pessoas agendarem”, explicou

As pessoas que tiverem o seu cadastro bloqueado deverão ter que solicitar o desbloqueio no site da Prefeitura, para que seja possível agendar a aplicação. Além disso, a Prefeitura também vai fazer o bloqueio do cadastro das pessoas que agendaram a vacinação duas vezes e não compareceram no local para receber a dose. Também neste caso, se o cadastro bloqueado, será necessário solicitar o desbloqueio do cadastro, para agendar a imunização.

Para a imprensa: outras informações podem ser obtidas com o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, pelo telefone (43) 3372-9434.

Via
Prefeitura de Londrina

Artigos relacionados