DestaqueSaúde

Prefeito busca parcerias para o Hospital Cristo Rei e para área da saúde, em Curitiba

João Coloniezi reuniu-se com o novo secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Gebrim Preto, o Beto Preto, para tratar de assuntos de interesse de Ibiporã

Na última semana o prefeito João Toledo Coloniezi esteve na capital paranaense para realizar visitas às secretarias de governo do Paraná. O prefeito, a secretária municipal de Saúde, Andrea Stroka, e o procurador geral do município, Jordan Rogatte de Moura, se reuniram com o novo secretário estadual de Saúde (SESA), Carlos Alberto Gebrim Preto, o Beto Preto, para tratar de assuntos ligados ao Hospital Cristo Rei (HCR) e aos demais braços da Saúde de Ibiporã.

De acordo com o prefeito, a visita inicialmente teve cunho de apresentação entre os governos. “Nós fomos nos apresentar e desejar um bom trabalho ao novo secretário estadual de Saúde. A saúde é uma questão prioritária na gestão municipal. Desde o processo eleitoral temos falado em investir na área, inclusive, melhoramos muito a saúde de Ibiporã, porém, é uma preocupação permanente. Então fomos a Curitiba falar com o secretário, que inclusive é ex-prefeito em Apucarana, é médico, ou seja, é alguém que conhece os problemas da área, e, por ter sido prefeito, conhece as demandas da atenção básica à Saúde, que é de competência dos municípios”, disse João.

Comumente as pessoas confundem o Hospital Cristo Rei como sendo órgão do município, quando na verdade é. A SESA é a entidade determinada pela Justiça como interventora no HCR, então, a gestão compete à Secretaria. Ibiporã, por sua vez, pensando na população, sempre contribui/investe no hospital. O prefeito solicitou que haja total comprometimento do governo na administração do HCR. “Hoje o Cristo Rei está sob intervenção judicial, onde quem administra é alguém indicado pelo Estado, então nada mais justo que o governo também assuma a questão do acompanhamento da gestão do hospital. Nós percebemos que ainda há um certo distanciamento do estado em relação à gestão do Cristo Rei”, destacou o prefeito.

João ressalta que atualmente Ibiporã assume responsabilidades além da atenção básica à Saúde, como é o caso da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). “O município tem assumido responsabilidades superiores àquelas que a lei exige. Um grande exemplo é a UPA, que foi construída pelo Governo Federal, que atualmente repassa R$ 170.000,00 por mês para Ibiporã, sendo que para prestar o serviço que presta, com a qualidade que tem, hoje a UPA custa R$ 500.000,00 ao mês, ou seja, o município coloca mensalmente R$ 330.000,00 de recursos próprios. A população necessita receber esse atendimento, mas também tem que saber que esses recursos poderiam ser empregados em outras áreas como asfalto ou escolas. Então temos que gerir junto ao Governo Federal para que aumente os repasses”, declarou.

O prefeito expôs as demandas e firmou a parceria entre o município e o Estado para continuar mantendo os serviços de média complexidade. “Nós ajudamos ao Hospital Cristo Rei, mesmo não sendo responsabilidade nossa, e nisso nós somos parceiros do Governo do Estado contribuindo com a manutenção do funcionamento do hospital. Fomos a Curitiba também para dizer que somos parceiros do Governo Federal quando nós mantemos a UPA em funcionamento mesmo com os déficits, porque nós compreendemos que a população precisa desse tipo de serviço. Saúde é prioridade”, afirmou João Coloniezi.

O novo secretário estadual de Saúde, Beto Preto, sinalizou fazer o possível para atender às necessidades do Hospital Cristo Rei e prometeu ter um olhar diferenciado para a região.

Fonte: Danilo Pomin – Núcleo de Comunicação Social/PMI

Artigos relacionados

Close