Foto: PM PR

Com as praias lotadas e centenas de pessoas circulando na areia, não é difícil acabar se perdendo em meio a tantos guarda-sóis e tendas iguais. Se para os adultos isso pode acontecer com certa facilidade, quando se trata das crianças o problema é mais grave e pode evoluir para um desaparecimento ou acidente. Por isso, a Polícia Militar do Paraná está distribuindo, durante o Verão Paraná Viva a Vida 2021/2022, pulseirinhas de identificação em toda faixa litorânea e em pontos onde há maior circulação de veranistas, para prevenir casos de crianças perdidas.

Desde o dia 18 de dezembro até esta sexta-feira (12/02), mais de 49.115 pulseirinhas de identificação foram distribuídas no Litoral, uma média de 909 pulseiras entregues por dia. O número é maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando a PM entregou 31.147 pulseirinhas, ou seja, um aumento de 57,7% no comparativo entre os mesmos períodos da temporada passada com esta.

Para o Comandante do 1º Comando Regional da PM (1º CRPM), responsável também pelo litoral, Renato Ribas Filho, o mais importante é identificar as crianças antes de chegar no mar “É fundamental que os pais ou responsáveis se atentem à segurança de seus pequenos, e isso deve começar antes da entrada no mar, ou seja, ao colocar uma pulseira de identificação na criança a família está minimizando o risco de transtornos em seu momento de lazer”, explica.

“A entrega de pulseirinhas tem sido bastante efetiva, pois temos um público muito grande na Costa Leste do estado e talvez estejamos participando da maior operação verão dos últimos anos no litoral paranaense. No Natal e ano novo tivemos uma superlotação de pessoas aqui, e a entrega de pulseiras cresceu bastante”, disse o oficial de planejamento do Verão Paraná – Viva a Vida 2021/2022, capitão Wagner de Araújo.

LOCALIZAÇÃO – A atividade faz parte do planejamento da Corporação para oferecer serviços gratuitos, de caráter preventivo, à população. As pulseirinhas de identificação minimizam o transtorno de uma criança perdida, facilitando sua localização por meio dos dados de seus pais ou responsáveis anotados nela. “Além disso, há maior sensação de segurança dos pais quando vão à praia com seus filhos devidamente identificados, facilitando o trabalho da família e da PM em caso de alguma emergência”, afirma o coronel.

A entrega das pulseirinhas é feita em pontos fixos da PM em toda a orla dos balneários de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná, em locais com grande circulação de pessoas e até em locais de algum evento que aglomere pessoas. A população também pode obter a pulseirinha de identificação nos módulos móveis da Polícia Militar ou nos Postos de Guarda-Vidas.

“Temos feito a intervenção não somente no calçadão, mas também em alguns locais na areia, conversado com as famílias, identificado as crianças para evitar que elas se percam de seus pais ou dos responsáveis tendo em vista que a praia está bem lotada”, diz o capitão Araújo.

O capitão Araújo explica que a principal orientação aos veranistas é sempre manter as crianças identificadas com a pulseirinha antes de chegar às areias. Depois, também é importante estar atento ao movimento dos pequenos, sem se distrair com o celular ou conversas que tirem os olhos das crianças. Em caso de perda, a família deve procurar uma equipe da Polícia Militar ou discar 190.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009