Depois de registrar a segunda fuga em massa em pouco mais de quatro meses, a cadeia pública de Ibiporã será tema de uma reunião do Conselho de Segurança (Conseg) marcada para às 19h30 desta quarta-feira (29) no auditório João Paulo II, na Igreja Matriz da cidade, localizada na rua Primeiro de Maio. Segundo o presidente do Conseg, José Vilande, o encontro, que já é realizado mensalmente, ganhou ainda mais importância depois que 30 homens cavaram um túnel e ganharam a rua durante a madrugada da última terça-feira (28).

Para Vilande, a interdição da cadeia de Ibiporã será a única forma “viável” para oferecer melhores condições para os detentos e mais segurança para os policiais civis. “O ideal seria a remoção imediata dos presos condenados, pedido feito pelo Ministério Público através de uma ação civil pública”, disse. Outras cidades do Norte do Paraná e do Vale do Ivaí, como Arapongas e Ivaiporã, tentaram na Justiça o esvaziamento das unidades, mas apenas o segundo município conseguiu resultados positivos.

Em dezembro do ano passado, 40 presos fugiram de maneira parecida como no início da semana. Eles abriram um buraco na parede da carceragem e, em seguida, pularam o muro. A delegacia, cujo espaço foi criado para até 35 pessoas, sempre viveu superlotada, abrigando, em média, 120 detentos. Cinco fugitivos foram recapturados pela Polícia Militar e retornaram para as celas.

 

Viaturas da PM

Duas viaturas adquiridas de forma alugada pelo governo estadual para Ibiporã também serão apresentadas durante a reunião do Conseg. “É uma cobrança que fazíamos há mais de dois anos. Já ajuda bastante”, reforçou o presidente do conselho. A entrega ocorreu na semana passada em cerimônia realizada no pátio do 5º Batalhão da Polícia Militar de Londrina. No total, 20 novos veículos foram incorporados à frota de Londrina e região.

 

Com informações do Bonde


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009