Há três anos, a protetora de animais Anne Moraes criou, em Londrina, a Associação Defensora de Animais (ADA), que atende cerca de 600 cães e gatos em situação de abandono ou feridos. A instituição gasta cerca de R$ 60 mil mensais para fazer o trabalho e manter os atendimentos sempre foi complicado. Desde que passou a receber doações do programa Nota Paraná, a ADA tem conseguido até ampliar suas ações, já reformou e ampliou o número de canis e contratou funcionários capacitados para cuidar dos animais.

A instituição é uma das 974 entidades sem fins lucrativos beneficiadas diretamente pelo programa de cidadania fiscal lançado pelo Governo do Paraná em 2015 e que acaba de atingir a marca de R$ 500 milhões em créditos e prêmios distribuídos aos contribuintes e outros R$ 19,5 milhões para as instituições filantrópicas cadastradas.

“Atualmente o dinheiro do Nota Paraná representa a principal fonte de renda da ADA. Sem esses valores, seria impossível continuar com o nosso trabalho de resgate. Estamos sobrevivendo graças ao programa”, afirma. Em 11 meses de participação, a ADA já recebeu R$ 184 mil do Nota paraná e agora foca num trabalho de sensibilização, principalmente pelas redes sociais, para conseguir arrecadar mais cupons fiscais.

“Muita gente que não pedia nota nas compras passou a ter esse hábito para nos ajudar. Criamos essa cultura dentro do grupo de voluntários virtuais da associação e na rotina de muitos londrinenses. Assim, diminuímos a sonegação e ainda conseguimos salvar as vidas dos animais”, afirma.

MORADORES DE RUA – Para centenas de pessoas da região de Ponta Grossa, os recursos do Nota Paraná representam não apenas uma assistência e sim um recomeço de vida. Moradores de rua e ex-dependentes químicos encontram no Ministério Melhor Viver a chance de uma reinserção social e familiar, graças ao apoio da instituição, que recebe valores diretamente do programa do Governo Estadual.

De acordo com Patrícia Zuchelli, coordenadora do projeto, com o dinheiro repassado pelo Nota Paraná, foi possível ampliar o número de atendimentos, além da construção de uma nova sede. No local, pessoas em situação de vulnerabilidade social recebem café, almoço e jantar gratuitamente, além de ter um espaço para banho e uma lavanderia para a higiene de itens pessoais.

“Os recursos do programa são extremamente importantes para nós. A construção do terceiro abrigo só se tornou uma realidade, graças aos valores repassados pelo Nota Paraná”, afirma Patrícia. A instituição já recebeu cerca de R$ 436 mil através do programa. De acordo com ela, os recursos também possibilitaram a reforma do refeitório, das estufas e o início das obras de uma padaria que deve oferecer oportunidade de trabalho aos próprios moradores atendidos no local.

COMO PARTICIPAR – Podem receber créditos do Nota Paraná as entidades sem fins lucrativos que atuam na área da assistência social, cultural, defesa e proteção animal, desportiva e saúde. Para participar, as instituições devem apresentar requerimento junto às Secretarias de Estado, de acordo com sua área de atuação, com toda a documentação legal. Mais informações podem ser obtidas no link “ENTIDADES” do site http://www.notaparana.pr.gov.br.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009