Funcionários da Receita Estadual, órgão localizado na rua Pará, centro de Londrina, acionaram a Polícia Militar no final da tarde desta quarta-feira (25) para conter um homem de 39 anos que teria dado um soco na cara de um servidor. O suspeito também teria danificado móveis e computadores. Ele foi abordado pelo segurança da unidade, que chamou a PM.

No boletim de ocorrência que o Bonde teve acesso, os policiais escreveram que o rapaz estava “bastante confuso, dando respostas desconezas e aparentando possuir algum problema de ordem mental”. Por conta da agressão, o funcionário público teve um pequeno corte no nariz.

Um dos auditores ouvidos pela Polícia Civil afirmou que o homem foi até a agência querendo mais detalhes de uma notificação que havia recebido. O servidor esclareceu ao delegado que a dívida era proveniente do ITCMD (Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação), uma taxa estadual. Garantiu ainda que não destratou ninguém e que logo após foi agredido com um soco.

O suspeito foi interrogado pelo delegado Ernandes Cezar Alves e acabou autuado por dano qualificado. Mesmo assim, foi arbitrada fiança de mil reais, valor recolhido pelos familiares. Por isso, ele não permaneceu preso no antigo 4º Distrito Policial. Apesar do situação, o atendimento na Receita nesta quinta-feira (26) não foi alterado.
Rafael Machado – Grupo Folha


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009