O governador Beto Richa anunciou nesta segunda-feira (4), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, o início dos trabalhos do Grupamento de Operações Aéreas (GOA), criado por decreto no mês de junho e que integra a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil do Paraná. A unidade começa a atuar com um helicóptero apreendido de criminosos e que foi cedido pela Justiça para a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária. Agora, a aeronave será usada em ações de segurança.

Na mesma solenidade, no Palácio Iguaçu, Richa anunciou a aquisição de mil viaturas e a locação de outros 200 veículos, que serão utilizados pelas forças de segurança do Estado.

O governador destacou que o GOA vai ampliar as ações do Governo do Estado na área de segurança pública, em especial no combate ao tráfico de drogas. “Certamente vai contribuir para garantir a agilidade e mais eficiência no combate ao crime no Estado. Temos o compromisso de oferecer segurança a cada cidadão paranaense”, disse Richa.

Ele afirmou que o governo não tem medido esforços para garantir avanços e melhorias das forças de segurança pública. “Estamos oferecendo melhores condições de trabalho às nossas polícias, novos equipamentos e viaturas. É o mínimo que o Estado tem que fazer diante de tanta dedicação e resultados extraordinários apresentados pelas nossas forças de segurança”, ressaltou o governador

A aeronave que será usada pelo GOA é do modelo Robinson R44, avaliada em mais de R$ 1 milhão. Possui autonomia de três horas de voo e capacidade para até quatro pessoas. O helicóptero foi apreendido durante a Operação Ferrari, deflagrada em junho de 2015 pela Polícia Federal para desarticular uma quadrilha suspeita de tráfico de drogas e com patrimônio estimado em R$ 40 milhões. Dezesseis pessoas foram presas no Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Bahia e Sergipe.

SUPORTE – O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, explicou que o GOA dará suporte às ações de combate ao tráfico de drogas em cidades, áreas rurais, Litoral e, principalmente, na região de fronteira. A aeronave do grupamento servirá também para o transporte a locais de difícil acesso durante ações policiais, monitoramento, no apoio de ações de inteligência e outras atribuições definidas pelo policia judiciária do Paraná.

“É uma ferramenta que vai potencializar o combate ao narcotráfico, aos crimes de furto e roubo e localização de prisioneiros. Vai auxiliar muito nos trabalhos de terra, investigação e vigilância e vem complementar as ações de outros setores da Polícia Civil”, afirmou Mesquita. “O Paraná conta agora com mais um braço aéreo, somando seus esforços com o Batalhão de Operações Aéreas da Polícia Militar, que foi também uma importante parceira desde o início deste processo”, ressaltou ele.

O delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Júlio Reis, explicou que a aeronave dará um suporte maior às operações da Polícia Civil, principalmente no combate ao narcrotráfico. “Queremos ampliar nossas apreensões, identificar os envolvidos no tráfico de drogas e outras modalidades policiais”, disse. “Ele vai atender a todo o Paraná. Está vinculado ao Denarc, mas atenderá todas as divisões no suporte operacional aéreo para identificar as pessoas envolvidas com crimes no Estado”, declarou Reis.

Leia mais AQUI


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009