DestaqueEducaçãoIbiporã

Escola Aldivina conquista sede própria

A partir de 2019 os alunos da Escola Municipal Aldivina Moreira de Paula estudarão em uma sede própria. A ordem de serviço para o início das obras foi assinada na tarde desta terça-feira (24) e contou com as presenças do prefeito de Ibiporã, João Coloniezi, da secretária de Educação, Margareth Coloniezi, além de vereadores, secretários, servidores municipais, representante da Makino Construções LTDA, empresa responsável pela obra, e professores e alunos da instituição.

Com uma área de terreno 7.672,56 m² e área total de construção de 1.499,72 m², a ser edificada a Rua Sebastiana M. da Silva, atrás do Ginásio do Jardim Pérola, a escola terá 10 salas de aula, sendo uma multimeios, biblioteca, playground, pátio coberto e descoberto, refeitório, quadra poliesportiva, salas administrativas e de serviços, área para embarque e desembarque e estacionamento interno. O valor a ser investido na obra é de cerca de R$2,5 milhões provenientes de recursos municipais. O prazo de conclusão é de um ano.

Atualmente, a Escola Municipal Aldivina funciona em dualidade administrativa com o Colégio Estadual Antonio Iglesias, no Jardim Pinheiro. Cento e quarenta e um alunos do Ensino Fundamental (1º a o 5º) estão matriculados em período parcial (vespertino). Com a nova sede, 230 crianças poderão estudar em período integral. “Hoje a escola do município funciona de maneira acanhada, em apenas um período, ocupando seis salas de aula do colégio estadual. Com a construção da nova sede, liberamos espaço para o Antonio Iglesias e ganhamos uma escola nova, moderna, segura, confortável e adaptada às necessidades pedagógicas atuais. Trata-se de um grande investimento em educação, que é o que o nosso povo pede e precisa”, comemorou o prefeito.

Segundo a secretária de Educação, a previsão é que a partir de 2020 a escola já esteja funcionando em período integral. “No próximo ano possivelmente receberemos a mesma quantidade de alunos, em período parcial. Vamos organizar a parte pedagógica para ampliar as vagas e ofertar ensino integral. Com a nova sede melhoramos as condições de trabalho dos servidores e as práticas pedagógicas. E todo investimento humano, educacional fica para o município”, enfatizou Margareth.

 Colégio Estadual Ulysses Guimarães

 Nesta semana também iniciaram as obras da nova sede do Colégio Estadual Ulysses Guimarães, na Avenida Ibrahim Prudente da Silva, entre os Conjuntos Pedro Morelli e José Messias.

 A nova sede será instalada em terreno de 15 mil metros quadrados, doado pela Prefeitura de Ibiporã, e terá 16 salas de aulas. O Colégio, que hoje abriga 380 alunos do 6º ao 9º anos, e funciona em dualidade administrativa com o Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (Caic) “Alberto Spiaci “, na Vila Esperança, terá capacidade para atender 960 estudantes, ou até 1.120 em dois turnos, nos Ensinos Fundamental II e Médio. A estrutura inclui cozinha, refeitório, ginásio, biblioteca, banheiros e laboratórios.

 O governo estadual investirá R$ 7,5 milhões nesta nova escola (via Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional – Fundepar). A previsão é que as obras estejam concluídas no início de 2019.

Fonte: Caroline Vicentini/NCS/PMI

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close