CambéDestaquePolicia

Detentos que escaparam da cadeia pública de Cambé ainda estão foragidos

Oito detentos continuam foragidos da Cadeia Pública de Cambé. O princípio de rebelião aconteceu depois que alguns presos conseguiram fugir ao pular o muro, na madrugada de quarta-feira (27). Até o momento quatro presos foram recapturados.

Durante o motim seis detentos ficaram feridos e precisaram ser hospitalizados. Quatro já retornaram para a carceragem e dois ainda estão no hospital. Guilherme Trindade Rissi, de 21 anos, e Samuel Deodato de Souza, de 25, seguem internados em estado grave, no Hospital Universitário, um com queimaduras em grande parte do corpo e o outro por ter inalado muita fumaça.

Segundo o delegado de Ibiporã, Vitor Dutra, que substitui o delegado de Cambé, Roberto Fernandes, que está de férias, disse que a estrutura da cadeia foi comprometida e fez uma solicitação ao Departamento Penitenciário (Depen) para que, pelo menos, 20 presos sejam transferidos, mas até agora nenhum foi conduzido a outra delegacia ou presídio.

Nesta quinta-feira (28) é dia de visitas, mas ainda não foi confirmado se parentes serão autorizados a ver os detentos. Só podem entrar na carceragem produtos de higiene pessoal.

Continuam foragidos: Ivan Aparecido Laurindo, Weriston Moreira dos Santos, Maycon Douglas Rocha Lima, Ramon Ferraz Silva, Axion Michel Nascimento da Silva, Cleiton César dos Santos, Gabriel Rodrigues de Assis e John Willian Ferreira Gomes.

 

Com informações da Massa News

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close