Novo boletim da dengue, chikungunya e zika vírus foi divulgado nesta terça-feira (19) pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa).

Desde agosto de 2015, 144.936 casos suspeitos de dengue foram notificados com 55.260 confirmados. Destes, foram 32.525 confirmados por laboratório. Do total de confirmados, 51.583 casos são autóctones e 5.677 são importados.

São 654 casos confirmados a mais em relação ao último boletim divulgado (12).

Dos 144.936 notificados, 27.617 (19,1%) permanecem em investigação, 54.417 (37,5%) foram confirmados como Dengue, com confirmação de 751 casos de Dengue com Sinais de Alarme (DSA), 92 casos de Dengue Grave (DG) e 61 (sessenta e um)

óbitos por dengue grave no período.

Em uma semana, mais uma pessoa morreu por dengue no Paraná, em Bela Vista do Paraíso (Norte do estado), totalizando 61 mortes.

A 17ª Regional de Saúde – Londrina registrou quatro mortes por dengue desde agosto de 2015.

O Paraná tem 399 cidades, 268 (67,2%) tiveram ocorrência de caso(s) autóctone(s) com incidência variando de 10.313,29 a 0,34 casos por 100.000 habitantes.

Os municípios com maior número de casos notificados são Paranaguá (19.743), Londrina (16.615) e Foz do Iguaçu (13.230). Os municípios com maior número de casos

confirmados são: Paranaguá (15.779, Foz do Iguaçu (6.309) e Londrina (4.438).

Quanto à distribuição etária dos casos confirmados, 52,4% concentraram-se na faixa etária de 20 a 49 anos, seguida pela faixa etária de 50 a 64 anos com 17,9% dos casos. O sexo feminino foi o mais atingido de modo geral

Das 19 estações meteorológicas avaliadas com relação as condições climáticas favoráveis à reprodução e desenvolvimento de focos (criadouros) e dispersão do mosquito Aedes aegypti oito não apresentam risco na Semana Epidemiológica 26/2016, dez apresentam risco baixo uma apresenta risco médio.

Novo boletim da dengue, chikungunya e zika vírus foi divulgado nesta terça-feira (19) pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa).

Desde agosto de 2015, 144.936 casos suspeitos de dengue foram notificados com 55.260 confirmados. Destes, foram 32.525 confirmados por laboratório. Do total de confirmados, 51.583 casos são autóctones e 5.677 são importados.

São 654 casos confirmados a mais em relação ao último boletim divulgado (12).

Dos 144.936 notificados, 27.617 (19,1%) permanecem em investigação, 54.417 (37,5%) foram confirmados como Dengue, com confirmação de 751 casos de Dengue com Sinais de Alarme (DSA), 92 casos de Dengue Grave (DG) e 61 (sessenta e um)

óbitos por dengue grave no período.

Em uma semana, mais uma pessoa morreu por dengue no Paraná, em Bela Vista do Paraíso (Norte do estado), totalizando 61 mortes.

A 17ª Regional de Saúde – Londrina registrou quatro mortes por dengue desde agosto de 2015.

O Paraná tem 399 cidades, 268 (67,2%) tiveram ocorrência de caso(s) autóctone(s) com incidência variando de 10.313,29 a 0,34 casos por 100.000 habitantes.

Os municípios com maior número de casos notificados são Paranaguá (19.743), Londrina (16.615) e Foz do Iguaçu (13.230). Os municípios com maior número de casos

confirmados são: Paranaguá (15.779, Foz do Iguaçu (6.309) e Londrina (4.438).

Quanto à distribuição etária dos casos confirmados, 52,4% concentraram-se na faixa etária de 20 a 49 anos, seguida pela faixa etária de 50 a 64 anos com 17,9% dos casos. O sexo feminino foi o mais atingido de modo geral

Das 19 estações meteorológicas avaliadas com relação as condições climáticas favoráveis à reprodução e desenvolvimento de focos (criadouros) e dispersão do mosquito Aedes aegypti oito não apresentam risco na Semana Epidemiológica 26/2016, dez apresentam risco baixo uma apresenta risco médio.

 


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009