DestaqueLondrina

Centro de Atendimento à Mulher atende em novo espaço em Londrina

Iniciativa representa uma conquista para Londrina, pois possibilita atender as mulheres vítimas de violência em um ambiente mais amplo, acolhedor e confortável

O Centro de Atendimento à Mulher (CAM) está atendendo em novo espaço, mais amplo e confortável, a fim de prestar um atendimento ainda mais humanizado e acolhedor às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, residentes no município de Londrina. Os atendimentos no local iniciaram efetivamente no início de maio. O CAM é um serviço público prestado pela Secretaria Municipal de Política para as Mulheres.

O novo local foi alugado pela prefeitura e, segundo a secretária municipal da pasta, Liange Doy, foi uma grande conquista da Secretaria, com total apoio do prefeito Marcelo Belinati, para que os serviços sejam prestados com excelência em um ambiente seguro e adequado. “O novo CAM garante às usuárias e a nossa equipe um espaço amplo e acolhedor, humanizado e equipado para os atendimentos psicossociais e orientação jurídica”, ressaltou.

Foto: Secretaria da Mulher

O local conta com uma equipe composta por psicólogas, assistentes sociais e advogada. Liange disse que quando a mulher está em situação de violência doméstica e precisa de um atendimento especializado, para romper o ciclo da violência, ela pode procurar o CAM. “Lá, elas também recebem orientação para fazer uma denúncia contra o agressor, se for o caso, e quando estão em risco de morte ou sob grave ameaça, são encaminhadas para a Casa Abrigo Canto de Dália”, explicou.

O CAM funciona de segunda a sexta, das 8h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30, na Avenida Santos Dumont, 408. A acolhida inicial a essa mulheres está sendo feita presencialmente e qualquer outro serviço pode ser feito pelo telefone 3378-0132. O local está seguindo todas as diretrizes da Secretaria Municipal de Saúde para garantir segurança e proteção aos atendimentos durante a pandemia do novo coronavírus. Por isso, é feita a higienização do espaço, entre um atendimento e outro, e estão sendo disponibilizadas máscaras de proteção e álcool em gel.

Dados – A Secretaria Municipal de Política para as Mulheres fez um levantamento dos atendimentos às mulheres em situação de violência no ano de 2019 e no período de janeiro a maio de 2020. De acordo com os dados, foram registrados 386 novos casos de mulheres atendidas no CAM em 2019, uma média de 32 por mês. Em 2020, de janeiro a maio, foram somados 133 novos atendimentos, com uma média mensal de 26,6. Já a Casa Abrigo Canto de Dália registrou 55 mulheres acolhidas em 2019, média mensal de 4,5, contra 24 este ano, no período citado, média mensal de 4,6.

 

 

Via
assessoria PML

Artigos relacionados