LondrinaManchete

Campanha de vacinação contra a influenza prossegue nas UBSs de Londrina

Até o dia 30 de julho, 198.433 doses foram aplicadas em Londrina; para agendar a data e horário da vacinação, munícipes devem telefonar para suas UBSs de referência

Quem deseja ser vacinado contra a influenza ainda pode agendar o recebimento da dose nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Londrina. A aplicação da vacina está sendo realizada em todas as UBSs, exceto aquelas destinadas exclusivamente à imunização contra a Covid-19 (acesse a lista aqui) e as que atendem pacientes com sintomas respiratórios. Para fazer o agendamento da data e horário da vacinação, o munícipe deve telefonar para a sua UBS de referência (clique aqui para conferir os telefones e endereços de todas as unidades de saúde).

A aplicação da vacina está liberada para a população em geral, acima dos seis meses de idade. Em Londrina, até o dia 30 de julho, 198.433 doses foram aplicadas, sendo que 72.835 contemplaram a população geral. Entre os segmentos específicos, os idosos (64.464) são o grupo com o maior número de vacinados, seguidos pelas crianças (26.448); trabalhadores da saúde (16.958); pessoas com comorbidades (8.676); professores (4.359); e gestantes (3.207). Outras categorias contempladas incluem a população privada de liberdade (502); puérperas (364); forças de segurança (333); trabalhadores do transporte (143); caminhoneiros (95); funcionários do sistema prisional (32); pessoas com deficiências (12); indígenas (4); e integrantes das forças armadas (1). 

Recomendações –  De acordo com o Ministério da Saúde, é recomendável que as pessoas tomem primeiro a vacina contra a Covid-19 para depois receber a vacina contra a gripe, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as aplicações.

A vacina ofertada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é a trivalente, que protege contra as três cepas do vírus que tiveram maior circulação recentemente, as das linhagens A (H1N1 e H3N2) e B (Victoria). Foto: Vivian Honorato – N.Com/PML

No ato da imunização, o usuário deve apresentar documento com foto e a carteira de vacinação, caso possua. As crianças devem estar acompanhadas por seus pais ou responsáveis. A vacina da gripe é contraindicada para pessoas com alergia ao ovo ou ao látex. Além disso, as pessoas que foram diagnosticadas com Covid-19 devem esperar quatro semanas desde o início dos sintomas, ou da confirmação do diagnóstico, para serem vacinadas contra a gripe.

A vacina ofertada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é a trivalente, que protege contra as três cepas do vírus que tiveram maior circulação recentemente, as das linhagens A (H1N1 e H3N2) e B (Victoria). A aplicação é em dose única, exceto para as crianças que receberem a vacina pela primeira vez. Neste caso, os pais ou responsáveis também precisam agendar a segunda dose.

 

 

Via
Assessoria PML

Artigos relacionados