Campanha de vacinação contra a gripe atinge meta em Ibiporã

Foi encerrada dia 16 a campanha de vacinação contra a gripe, realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Ibiporã, sob a orientação da Secretaria Estadual de Saúde. A campanha superou a meta de imunização dos grupos prioritários que era de 90%, com 91,21% (10.480 pessoas) do público-alvo imunizado.

As doses estavam disponíveis gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde desde o dia 17 de abril para os grupos considerados de risco pelo Ministério da Saúde (pessoas com mais de 60 anos, crianças de seis meses até 4 anos 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas – mulheres no período até 45 dias após o parto-, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, indígenas, trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis ou em condições clínicas especiais, que possuam prescrição médica, trabalhadores e detentos do sistema prisional e professores do ensino regular e superior de escolas públicas e privadas, que estejam em atividade).

Para facilitar o acesso dos munícipes à vacina, as unidades de saúde ficaram abertas durante alguns sábados. Também foram aplicadas vacinas nos alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIS) e durante a primeira edição do “Justiça no Bairro Sesc Cidadão”, realizado no dia 27 de maio no ginásio de esportes da Paróquia Nossa Senhora da Paz (Igreja Matriz). Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde também se deslocaram até as residências de pessoas acamadas para aplicar a vacina.

Confira os dados individuais de alguns grupos prioritários:
– Crianças menores de 5 anos – 73,71% (2.192 crianças vacinadas);
– Gestantes – 75,15% (387 gestantes vacinadas);
– Idosos – 99,63% (5.987 idosos vacinadas);

Grupos de comorbidade (doenças crônicas): 3.642 pessoas imunizadas.

ATENCÃO!

Crianças menores de cinco anos têm direito a segunda dose da vacina após 30 dias de ter recebido a primeira dose.

Medidas de prevenção

A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). À população em geral, o Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

Em caso de síndrome gripal, deve-se procurar um serviço de saúde o mais rápido possível. A vacina contra a gripe não é capaz de eliminar a doença ou impedir a circulação do vírus, por isso, as medidas de prevenção são muito importantes.

Também é importante lembrar que, mesmo pessoas vacinadas, ao apresentarem os sintomas da gripe – especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações – devem procurar, imediatamente, o médico. Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. 647821 772610I like what you guys are up too. Such smart work and reporting! Carry on the superb works guys Ive incorporated you guys to my blogroll. I feel it will improve the value of my internet site 143859

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.