As principais operadoras de internet do país (Vivo, Oi, NET) anunciaram que, a partir do ano que vem, os dados da internet fixa (banda larga) serão limitados, assim como já acontece com planos para celulares. Quem ultrapassar a cota poderá ter sua velocidade reduzida ou o plano suspendido. O assunto tem causado polêmica nas redes sociais e até um abaixo assinado foi criado para o impedimento da medida.

Atualmente, o contratante opta por uma determinada franquia e, ao fim desta, a velocidade continua a mesma, ou seja, não existe um volume máximo de tráfego permitido. Mas com a implantação da nova regra, o cliente poderá ficar sem o serviço.

Mas o que essa medida significa?

 

Um usuário que tenha 100 GB de internet, por exemplo, o que se aproxima a uma velocidade de 15 Mbps (megabits por segundo), conseguirá assistir cerca de 18 filmes no Netflix. Segundo o Fatos Desconhecidos, é cobrado em média 1,1 GB por episódio de 20 minutos no serviço de streaming. Então, considerando que 20 minutos da Netflix consuma 1,1 GB, um filme de 1 hora e 40 minutos irá custar 5,5 GB. Fazendo as contas, a franquia de 100 GB irá durar por 18 filmes ou 90 epidódios de uma série (dependendo da duração), sem contar os demais acessos com a navegação usual, como acesso a e-mails e redes sociais.

Já no Youtube, os cálculos são diferentes. Cada vídeo de 15 minutos consome cerca de 550 MB, um vídeo de uma hora consome, portanto, cerca de 2,2 GB de dados, então, o usuário poderá assistir cerca de 45 vídeos de uma hora por mês.

Mas se a internet no Brasil já não é uma das mais elogiadas, principalmente comparada a de países como Japão e Estados Unidos, por que esse retrocesso? As operadoras de telefone e internet, em sua grande maioria, também estão no ramo da TV por assinatura, o que abriu a brecha para especulações de que elas estejam tentando recuperar o lucro perdido.

O número de assinaturas de TV a cabo caiu 2,5% no último ano e, em outubro de 2015, foi registrado uma queda de 255,7 mil assinaturas em relação ao ano anterior. Isso significa que cada vez mais os usuários têm optado pelo entretenimento de serviços de streaming, como Netflix, Amazon Instant Vídeo, Youtube e milhares de sites com filmes online, que possuem um preço muito mais acessível. Só a Netflix conta com cerca de 75 milhões de assinantes no mundo todo e esse número só tende a crescer, inclusive no Brasil.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009