O Sindicato de Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) divulgou nota após a morte do agente penitenciário, Gesiel Araújo Palma, que foi morto a tiros na manhã desta segunda-feira (18), no jardim San Fernando, em Londrina.

O Sindarspen afirmou que Gesiel estava lotado na Penitenciária Estadual de Londrina (PEL 2), de onde já foi chefe de segurança. Atualmente, estava morando em Maringá (região Norte do Estado).

Segundo o Sindicato, o veículo do agente estava com problemas, por isso ele parou para esperar socorro mecânico e, nesse momento, outro veículo passou e efetuou vários disparos de arma de fogo contra ele.

“Gesiel é mais uma vítima da covardia de criminosos e da precarização do sistema penal do Paraná, que a cada ano tem aumento drástico no número de mortes de agentes penitenciários, em razão da profissão”, diz a nota.

O diretor geral do Departamento de Execução Penal do Estado do Paraná (Depen-PR), Luiz Alberto Cartaxo Moura, determinou que as unidades penais de todo o estado fiquem fechadas por 24 horas.

Já a PEL 2, unidade em que Gesiel trabalhava, deverá permanecer fechada por 72 horas.

A presidente do Sindarspen, Petruska Niclevisk Sviercoski, e o diretor sindical José Roberto Neves já estão se deslocando para Londrina, a fim de prestar apoio aos familiares do agente penitenciário assassinado e, também, para tomar todas as medidas necessárias para o caso.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009