O carro onde estavam dois trabalhadores que haviam desaparecido em Cornélio Procópio na última quinta-feira (23), foi encontrado por familiares na noite de terça-feira (28), por volta das 21h, capotado no fundo de um barranco com cerca de cinquenta metros de profundidade próximo a uma ponte, a cerca de 10 quilômetros da cidade, na estrada que leva ao bairro rural Água do Veado.

De acordo com o SGT Alves da Polícia Militar, a informação sobre o achado do veículo foi dada primeiramente a Polícia Civil pelos familiares, sendo repassada de imediato a PM, que rapidamente se dirigiu ao local.

Após verificarem o carro, os policiais iniciaram buscas nos arredores, encontrando a princípio o corpo sem vida de Luciano Estácio.

Persistindo nas buscas, sabendo que Luciano estaria com outro rapaz, também com registro de desaparecido, de nome Renato, 36, morador de um sítio próximo ao local do acidente, os policiais logo o localizaram caído um pouco mais adiante, em meio ao matagal, mas ainda com vida, relatou Alves.

Socorristas do SAMU e a equipe de resgate do Corpo de Bombeiros foram imediatamente acionados e segundo o SD Eduardo do CB, houve grande dificuldade para resgatar o rapaz que se encontrava ainda com vida.

Renato recebeu a atenção da equipe médica do SAMU, enquanto o pessoal dos bombeiros preparava o caminho para leva-lo até a estrada, enfrentando a escuridão, o terreno íngreme, pedras e a densa mata, mas em um trabalho que mobilizou sete agentes de socorro, foi possível removê-lo com segurança, afirmou Eduardo.

Segundo o soldado Eduardo, Renato estava consciente, porém desorientado, apresentando um quadro grave de hipotermia e desidratação, além de ferimentos pelo corpo, um profundo corte na cabeça e necessitava de maiores exames para constatar se não houve ferimentos internos.

Ele foi encaminhado com urgência para o pronto-socorro da Santa Casa, onde foi deixado sob o cuidado da equipe médica de serviço.

O irmão de Renato, de nome José Gomes, falou em entrevista que vizinhos o procuraram no final da tarde de terça-feira para saberem sobre o irmão desaparecido e ao serem informados que a busca continuava, afirmaram terem o visto em um carro passando por aquela estrada por volta das 16h de quinta-feira.

Neste momento, os familiares motivados com esta nova notícia, se juntaram aos vizinhos e se dirigiram com lanternas para o local, onde após uma intensa busca, acabaram por encontrar o veículo destruído e abandonado no fundo do barranco. Na sequência eles comunicaram a Polícia Civil acreditando que Renato já estaria morto, relatou José Gomes.

Luciano e Renato foram vistos pela última vez ainda na quinta-feira, onde imagens de uma câmera de segurança de um posto de combustível, localizado na saída para Londrina, registrou os dois abastecendo o carro e a partir daí as buscas começaram.

Emocionado, mas feliz em saber que o irmão estava vivo, José Gomes disse que Renato recebeu de Deus uma segunda chance e deve aproveitar com sabedoria esta nova oportunidade.

Para a Polícia Militar trata-se de um caso de acidente, uma fatalidade e foi registrado com tal, sem maiores complicações.

Após ser retirado do local pelos bombeiros, também com certa dificuldade, o corpo de Luciano foi enviado ao Instituto Médico Legal de Londrina (IML), para os devidos procedimentos e posterior liberação para os familiares.


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009