O Departamento de Execução Penal do Paraná (Depen) abriu nesta terça-feira (2) comissão de sindicância para apurar denúncias contra um agente que trabalhava na cadeia pública de Apucarana (70 km de Londrina) e está sendo acusado de estuprar uma detenta. O caso aconteceu em maio e foi repassado à Polícia Civil. O processo deve ser concluído em até 30 dias. O Depen garantiu agilidade devido à gravidade das denúncias.

O delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana, José Aparecido Jacovós, limitou-se a dizer que ‘um inquérito foi instaurado para apurar a situação’. Conforme o Depen, o agente teria retirado a presa da cela sem autorização durante o período noturno. Ao ser questionado durante as diligências da Polícia Civil, o acusado alegou que ‘a detenta pediu para fazer um telefonema’, o que não foi confirmado.

Outras presas ouvidas durante as investigações acusaram o agente de praticar atos libidinosos. O processo foi encaminhado ao Fórum da cidade. O agente foi contratado via Processo Seletivo Simplificado (PSS).

 

Com informações do Portal Bonde


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009