Foi assinada nesta semana a ordem de serviço para reforma na Penitenciária Estadual de Londrina (PEL II), parcialmente destruída por uma rebelião em  outubro do ano passado.

De acordo com documento assinado pelo diretor-geral da Paraná Edificações, Luiz Fernando de Souza Jamur, e a empresa Servo Construções Civis, vencedora da licitação, os trabalhos devem começar na próxima segunda-feira (3).

O prazo para execução dos serviços é de 180 dias. A empresa vencedora tem sede em Maringá.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, Wagner Mesquita, autorizou o empenho de R$ 2,7 milhões para a obra. No entanto, a licitação foi fechada em R$ 1,9 milhão, economia de R$ 800 mil aos cofres estaduais.

A unidade prisional foi destruída em uma rebelião que durou 24 horas no dia 6 de outubro de 2015 e, desde então, o atendimento não foi normalizado. Por conta das avarias no local, dezenas de presos foram transferidos. A reforma dará um fôlego de mais 400 vagas à penitenciária.

 

Com informações da Massa News


Warning: A non-numeric value encountered in /home/u518741285/domains/portaltudo.com.br/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009