BrasilEsportesGeral

Veja como ficaram os potes da Copa e os possíveis rivais do Brasil

As 32 seleções que vão disputar a Copa do Mundo 2018 já foram definidas e com isso a Fifa anunciou a divisão dos quatro potes que nortearão o sorteio do Mundial. Os grupos serão sorteados no próximo dia 1º de dezembro, no Kremlin, em Moscou.

As equipes foram divididas conforme o ranking de seleções da Fifa, divulgado em outubro, em ordem decrescente depois dos anfitriões. São oito seleções em cada pote. O Brasil, atual segundo colocado na lista, será um dos cabeças de chave e por isso fica no pote 1.

Assim como Rússia, Alemanha, Portugal, Argentina, Bélgica, Polônia e França. Além de ser cabeça de chave, os russos também já estão definidos no grupo A.
O pote 2 do sorteio conta com Espanha, Peru, Suíça, Inglaterra, Colômbia, México, Uruguai e Croácia. O pote 3 reúne Dinamarca, Islândia, Costa Rica, Suécia, Tunísia, Egito, Senegal e Irã. Enquanto o pote 4 tem Sérvia, Nigéria, Austrália, Japão, Marrocos, Panamá, Coreia do Sul e Arábia Saudita.

Contando com a sorte

As seleções europeias, por serem 14, tem um limite de duas por grupo. Sendo possível dessa maneira que a chave da Alemanha tenha outros dois nomes grandes europeus. As demais confederações se limitam a uma seleção por grupo. Dessa maneira, o Brasil não poderá estar no mesmo grupo que Peru, Colômbia e Uruguai, por exemplo.

Além disso, não existe risco dos brasileiros caírem em um grupo da morte como em 2014. Com Itália (não está classificada), Inglaterra, Uruguai e Costa Rica, como foi em 2014.
Observando os grupos, se contar com a sorte, o Brasil pode cair em um grupo com Suíça, Tunísia e Panamá. Já em uma possibilidade mais difícil a seleção de Tite pode ficar com Espanha, Suécia e Nigéria.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close