EntretenimentoGeralMundo

Teóricos da conspiração estão achando que ETs deixaram um rastro na Terra

Já fazia algum tempo que não compartilhávamos notícias relacionadas com supostos avistamentos de OVNIs, visitas de ETs ou teorias malucas propostas pelos conspiradores de plantão, né? Pois, para matar o jejum, vamos dividir com você uma curiosa imagem que começou a circular pela internet e que vem despertando bastante interesse na galera que adora esses assuntos.

A imagem em questão é essa que você conferiu logo acima e que mostra o nosso planeta — esférico, rs — visto do espaço e com uma imensa linha aparentemente perfeitamente reta que se estende por metade da Terra.

Bem, todo mundo já viu linhas semelhantes no céu, deixadas após a passagem de aeronaves, certo? Conhecidas como “rastros de condensação”, essas trilhas se formam devido à condensação dos gases liberados pelos motores dos aviões quando ocorre o contato com as gotículas de água que se encontram em suspensão em grandes altitudes e desaparecem pouco tempo depois — e é nesse ponto que os teóricos da conspiração estão pegando.

Teorias…

De acordo com Mimi Launder, do site Independent/Indy100, mais especificamente, quem levantou a bandeira sobre a linha foi Tyler Glockner, um cara obcecado por aliens e que tem um canal no YouTube chamado secureteam10. Segundo um vídeo que Tyler produziu para falar da tal linha, ela se estende por mais de 20 mil quilômetros — e não existe nenhuma aeronave na Terra (pelo menos até onde se sabe) capaz de deixar um rastro desses na atmosfera.

Isso porque, para deixar uma linha como essa que aparece na imagem — que, de acordo com Tyler, se estende da Antártida até o Polo Norte —, as aeronaves terráqueas das quais temos conhecimento teriam que fazer paradas de reabastecimento pelo caminho, sem falar que seria difícil que elas seguissem uma trajetória tão perfeitamente reta como a da foto.

Ademais, conforme argumenta Tyler, como os rastros de condensação costumam se dissipar pouco tempo depois da passagem das aeronaves, para produzir a linha que vimos na imagem, o avião — ou espaçonave, no caso! — teria que ter percorrido a distância que existe de um polo a outro da Terra em uma questão de minutos ou até segundos.

Seria essa a prova que tantos esperavam de que o nosso planeta realmente é visitado por seres extraterrestres periodicamente? Ou será que alguma potência mundial está desenvolvendo veículos capazes de alcançar velocidades vertiginosas e ninguém ficou sabendo? Ou, ainda, será que o Papai Noel está testando um novo modelo de trenó super turbinado e decidiu dar uma folga para as renas? Talvez tudo não passe de um erro no processamento da imagem — mas que é fascinante acompanhar e palpitar sobre esse tema, isso é!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close