GeralPolitica

Requião e Friedrich são obrigados a excluir propagandas negativas contra Ratinho Jr

Os candidatos ao Senado pelo Paraná Roberto Requião (MDB) e Nelton Friedrich (PDT) foram obrigados pela Justiça Eleitoral a excluir de suas redes sociais propagandas negativas contra o candidato a governador Ratinho Junior. A decisão é da juíza auxiliar Graciane Aparecida do Valle Lemos.

Os dois candidatos publicaram em suas páginas no Facebook e compartilharam em outras redes sociais três postagens que relacionam Ratinho Jr com a prisão do ex-governador e também candidato a senador Beto Richa. A decisão publicada no começo da noite desta quarta-feira (12) deu o prazo de duas horas para a exclusão das postagens, sob pena de multa de R$ 30 mil por hora descumprida.

O argumento da juíza é que “nas campanhas deve predominar o caráter propositivo e positivo no conteúdo da propaganda eleitoral” e que não se permite “ridicularizar, denegrir, ofender à honra, caluniar, difamar, injuriar, propagar informações sabidamente inverídicas, ofender a moral e os bons costumes”.

O advogado e coordenador jurídico da campanha de Ratinho, Gustavo Guedes, avaliou que “trata-se de uma decisão histórica, talvez a primeira no país, reconhecendo que não se pode pagar por propagandas negativas em redes sociais, mantendo o TRE/PR a vanguarda do direito eleitoral brasileiro.”

Além de Requião e Friedrich, os suplentes dos dois candidatos foram citados na decisão.

Fonte: Massa News

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close