Enfermeiros e técnicos de enfermagem da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ibiporã, Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) e Transporte Emergencial Centralizado (TEC) participaram neste início de semana de uma semana de uma capacitação em traumatismo cranioencefálico (TCE).

O curso, que ocorreu nos dias 18 e 19, no auditório do Samae, foi ministrado pela enfermeira do Núcleo de Educação em Urgência (NEU) do Samu, Renata Moraes. Importância do diagnóstico, tipos e classificação dos TCEs, tratamento e cuidados da enfermagem foram alguns dos temas abordados.

Ao longo do ano, os servidores da UPA de Ibiporã participaram de sete capacitações, sobre os mais diversos temas, como oxigenoterapia, parada cardiorrespiratória, reanimação cardiopulmonar e postura profissional e o uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os técnicos em radiologia. “Realizamos capacitações continuamente, para atualizar os conhecimentos e também colocar os novos servidores a par dos protocolos adotados, visto que mudam constantemente, e como está estruturada nossa rede municipal de saúde. Eles ganham maior desenvolvimento pessoal e profissional, enquanto os usuários são favorecidos com melhorias na qualidade e segurança da assistência”, ressaltou a coordenadora geral da UPA, Rosângela Domingues Pais.

A UPA de Ibiporã completou três anos de funcionamento no dia 15 de novembro com mais de 66 mil atendimentos realizados desde o início do ano. A média diária de atendimento é de 230 pacientes. Cerca de 20% deles são de municípios vizinhos, o que faz da Unidade referência no atendimento a urgências e emergências não só para Ibiporã, mas toda a região.