DestaqueEducaçãoLondrina

Professores de creche em Londrina paralisam as atividades nesta quinta (19)

Seis mil alunos de Londrina ficarão sem aula nesta quinta-feira (19) após professores de 50 creches filantrópicas paralisarem as atividades em protesto ao rejuaste salarial. A proposta patronal do Sinpro (Sindicato dos Profissionais das Escolas Particulares de Londrina e Região) é de 2% de reajuste para as escolas e de 1,89% para os docentes dos Centros de Educação Infantil (CEIs).

A decisão pela greve nesta quinta-feira foi definida no sábado (14), após duas assembleias realizadas para discutir a questão salarial. Sem aprovação dos valores , o Sinpro convocou além da paralisação, uma mobilização a partir das 9 horas, na rotatória das avenidas Ayrton Senna da Silva com Madre Leônia Milito, na Gleba Palhano.

Por fim, o Sindicato dos Profissionais das Escolas Particulares de Londrina e Região promete ainda iniciar uma greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (23).

 

Com informações do Bonde

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close