Um preso de 23 anos, que está há uma semana na cadeia de Faxinal, no norte do Paraná, usou o Facebook na madrugada da quarta-feira (29) para fazer uma homenagem à mulher. Ele publicou três fotos que mostram uma tatuagem do rosto da companheira no antebraço e um texto pedindo desculpas.

“Minha princeza qeria pedir desculpas, mil desculpas eu sei q erei e a situaçao foi dezagradavel mas ti garanto q não pasou de uma idiotice minha (sic)”, escreveu.

Ao final da publicação, o rapaz se declara e diz esperar que a mulher goste da homenagem e o perdoe. A mulher, que foi marcada na postagem, respondeu: “sei ki ele é loko, mas nao imaginava ki fosse tanto (sic)”.

De acordo com o delegado de Faxinal, Antonio Silvio Cardoso, o celular que o preso usou para fazer a publicação foi apreendido. A tatuagem, segundo ele, não foi feita dentro da cadeia.

“Vamos abrir um procedimento para apurar o caso. Mas o preso receberá um falta grave, que dificulta a progressão de regime, e ele terá restrição de visitas”, explica.

Segundo ele, há cerca de dois meses, o jovem estava preso em Londrina por roubo, também no norte do estado, progrediu de regime mas não cumpriu os requisitos necessários. Por isso, o delegado conta que novo mandado de prisão foi expedido contra o rapaz.

Além disso, conforme Cardoso, o preso também é suspeito de ter roubado a agência dos Correios de Faxinal, no dia 22 de novembro. O caso é investigado pela Polícia Federal (PF).

A cadeia de Faxinal, construída para abrigar até 35 presos, está com 55 detentos, segundo o delegado. Ele diz ainda que a polícia enfrente dificuldades para tomar conta dos presos.

“Temos só dois agentes de cadeia aqui e precisamos tirar policiais da função deles para cuidar dos presos”, afirma.

 

Com informações do G1