Com o objetivo de oferecer melhores condições de acessibilidade e mobilidade à população ibiporaense, a Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio da Secretaria de Obras, executou no ano de 2017 mais de 300 mil m² de recape asfáltico no município. Cerca de R$ 1,5 milhão foi investido na melhoria de ruas e avenidas de vários bairros de Ibiporã, com recursos municipais.

Com o ingresso do município este ano no Consórcio Público Intermunicipal de Inovação e Desenvolvimento do Estado do Paraná (Cindepar), a execução do recape asfáltico tornou-se mais rápida, além de trazer economia aos cofres municipais. “A ideia do consórcio para os municípios é muito importante, pois agiliza o processo e a execução das obras de asfalto, além de barateá-las. O consórcio não é composto com recursos do município, que apenas comprou o serviço oferecido pelo Cindepar”, destaca o prefeito João Coloniezi. Quando o município solicita o serviço, o maquinário é deslocado à localidade. Cabe ao contratante oferecer combustível, hospedagem e refeições para os trabalhadores que executarão a obra.

Por meio do Cindepar, as ruas e avenidas de Ibiporã foram pavimentas com uma técnica de recapeamento asfáltico mais rentável e eficiente – micropavimento. Além disso, as vias receberam novas sinalizações, calçadas, meios-fios, bueiros e galerias pluviais.

Entre os bairros contemplados com a micropavimentação estão o San Rafael, Las Vegas, Pedro Esplendor, Padre Rino, Itamaraty, Vila Ribeiro e Santa Paula. “Atendemos a uma reivindicação antiga dos munícipes, melhorando as condições de tráfego e oferecendo mais segurança aos motoristas e pedestres”, assegura o prefeito.

A manutenção asfáltica realizada este ano no município de Ibiporã foi finalizada com recapeamentos nas ruas no entorno do Ginásio de Esportes Pedro Dias (Munhecão), no Jardim Beltrão, e nas do Beltrão Park Residence. Dezoito mil metros de micropavimento foram utilizados no recapeamento asfáltico dessa região.

Com o consórcio, cada metro quadrado de asfalto custa apenas R$ 5,70 aos cofres públicos; sem a parceria com o Cindepar o custo à Prefeitura seria de R$ 25 por m². A diferença de valores demonstra o benefício econômico que o consórcio proporciona.

Por conta disto, Ibiporã serviu de referência para o município de Londrina, que também passou a integrar o consórcio este ano. Antes de sua adesão ao Cindepar, a Secretaria Municipal de Obras de Londrina chegou a realizar uma visita a Ibiporã para avaliar como é executado o processo de pavimentação asfáltica por meio desta técnica mais econômica utilizada.

O Cindepar funciona desde 2013 e atende atualmente 158 municípios, dos quais mais de 60 já contrataram os serviços de recapeamento asfáltico pelo padrão do micropavimento. Apenas no ano de 2016, o Consórcio fez cerca de um milhão de metros quadrados de asfaltamento. Noventa por cento das ruas que receberam o material não registraram problemas.

Para 2018, a Prefeitura de Ibiporã planeja executar o dobro de recapeamento realizado este ano, que contemplou mais de 300 quarteirões do município.