Os últimos quatro dígitos após o "DOT" indicam a data de fabricação. O pneu acima foi produzido na 42ª semana de 2006 - Foto: Louis H.

Não é novidade que produtos de alimentação, beleza e remédios têm prazo de validade, mas poucos sabem que os pneus usados nos veículos também têm sua data limite, exatamente igual as outras mercadorias. Assim como é importante se atentar ao vencimento de um iogurte ou shampoo também é fundamental saber até quando o pneu pode ser usado. O principal segredo é não se limitar apenas com a condição do pneu e sim ao seu tempo de vida.

Um dos fatos que aumenta o desconhecimento sobre a existência de validade nos pneus é a metodologia de inserção da data na peça. Em outros produtos, o prazo é exibido de forma objetiva e clara, com a data de fabricação e validade. Já no pneu, é preciso conhecer algumas informações para descobrir a validade do produto, além de fazer uma somatória.

Na lateral do pneu, você encontrará a sigla DOT (Department of Transportation, em inglês) e uma sequência de 11 dígitos com letras e números. Sempre, os últimos quatro dígitos são numéricos e eles indicam a data de fabricação e não de validade. Só que ao contrário do sistema tradicional de mês e ano, no pneu é usada a semana e o ano de fabricação. Para chegar ao vencimento é preciso somar cinco anos, que é o prazo oficial de validade dos pneus. Então, se os últimos quatros números forem “3013”, indica que ele foi fabricado na 30ª semana de 2013 e vence em julho de 2018.

A explicação para a validade do pneu é a mesma dos outros produtos. Após o período limite, a peça começa a se desgastar em excesso devido ao tempo e uso, colocando em risco a vida dos ocupantes do veículo. Mesmo estando em excelente estado visual, um pneu vencido é um risco iminente. Afinal, os componentes do produto já ultrapassaram o limite de sua vida útil.

Além da questão do risco de um acidente, segundo o artigo 230 do Código de Trânsito, trafegar com pneus “em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, ou reprovado na avaliação de inspeção de segurança e de emissão de poluentes e ruído” dá multa de R$ 195,23 e perda de cinco pontos na habilitação. Então, não é nenhum mérito falar que um carro com 10 anos de uso tem pneus originais “em excelente estado”.

Como muita gente desconhece a existência do prazo de validade é importante ficar atento também na hora da compra, pois em alguns casos os pneus são vendidos já fora da validade ou próximo do prazo. E se o seu veículo já tem mais de cinco anos ou o pneu não é original, a dica é conferir se estão dentro da validade!

Fonte: UOL – Dennys Marcel