CidadesDestaquePoliciaPolicial

Mortes em rodovias federais do Paraná caem quase a metade no 1º trimestre, diz PRF

O número de mortes provocadas por acidentes nos mais de 3,8 mil quilômetros de rodovias federais do Paraná teve queda de 43% nos primeiros três meses de 2018, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O balanço divulgado nesta quarta-feira (25) indica que as mortes caíram de 159 no primeiro trimestre de 2017 para 91 no mesmo período deste ano.

A maior parte das vítimas (15,4%) tem entre 20 e 24 anos. Do total, quatro eram crianças com até 9 anos. Motociclistas ou garupas representaram 14,3% dos mortos e ciclistas, 4,4%.

De acordo com o levantamento, velocidade incompatível (28,6% das mortes), falta de atenção à condução (25,3%), falta de atenção do pedestre (15,4%), desobediência às normas de trânsito (8,8%), defeito mecânico (8,8%), sono (4,4%) e embriaguez (3,3%) são as principais causas de acidentes com mortes.

A PRF registrou ainda redução de 15,3% no número de acidentes. Entre janeiro e março deste ano, foram 2.214 contra 2.614 no ano anterior.

O número de feridos também caiu 11,9% no período, de 2.284 para 2.012.

De acordo com a PRF, são várias as causas que levaram às reduções de acidentes, mortes e vítimas feridas:

  • aumento da percepção de que há fiscalização por parte da polícia
  • rigor crescente das multas e penalidades para infrações como embriaguez ao volante e ultrapassagens em locais proibidos
  • melhorias na infraestrutura (sinalização, novas passarelas, duplicações, faixas adicionais, fechamentos de retornos em nível, etc)

No trimestre, a PRF flagrou 863 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas, 6,1 mil ultrapassagem irregulares, e 54.031 veículos trafegando acima da velocidade máxima permitida.

 

Com informações do G1

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close