BrasilEconomiaGeralTecnologia

Mais de 116 mil pessoas caíram no golpe do saldo do PIS via WhatsApp

Golpe digital novo na praça. E como acontece com frequência, o fator grana é o
chamariz. O Governo Federal liberou desde a segunda-feira (18) o saque das cotas
do Fundo PIS/Pasep para trabalhadores com mais de 57 anos de idade. Mas se
aparecer uma consulta de saldo do PIS no WhatsApp, não clique.
Hackers estão encaminhando dois links maliciosos ou notificações pelo navegador
Chrome que oferecem a falsa possibilidade de consultar o saldo a ser recebido. A
denúncia do golpe vem do Dfndr Lab, laboratório da PSafe especializado em
cibersegurança, e já alcançou 116 mil pessoas nas últimas 24 horas.

Ao clicar em um dos links ou na mensagem recebida, o usuário acessa uma página
na qual há um texto dizendo que a Caixa Econômica Federal está liberando “PIS
salarial pra quem trabalhou entre 2005 à 2018 no valor de R$ 1.223,20”.
Logo abaixo, o usuário é incentivado a responder às seguintes perguntas: “Você
trabalhou com carteira assinada entre 2005 a 2018?”; “Você está registrado
atualmente?”; “Possui Cartão Cidadão para realizar o saque do benefício?”.
Independentemente das respostas, o usuário é direcionado para uma página na
qual é incentivado a compartilhar a história para 30 amigos ou grupos do WhatsApp.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close