(Foto: Prefeitura de Sorocaba / Zaqueu Proença)

A apresentação da carteira de vacinação passou a ser obrigatória no momento da matrícula na rede estadual e particular de ensino no Paraná. A medida vale para os 399 municípios do estado, para alunos com até 19 anos.

As instituições que oferecem educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, devem solicitar a carteira de vacinação. O documento deve estar atualizado conforme o Calendário de Vacinação da Criança e o Calendário de Vacinação do Adolescente. Fica dispensado da vacinação obrigatória o aluno que apresentar atestado médico de contraindicação explícita da aplicação da vacina.

“A vacinação é fundamental no combate às doenças. Ao longo da história, as vacinas já ajudaram a reduzir a incidência da poliomielite, sarampo e tétano. Não podemos esperar a população adoecer para agirmos”, destaca o secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi.

A lei prevê ainda que a não apresentação da carteira de vacinação ou a falta de alguma vacina obrigatória não deve impedir a matrícula. Porém, a situação deve ser regularizada em 30 dias, sob pena de comunicação imediata ao Conselho Tutelar para providências.

Fonte: MassaNews