Destaque

Após visita do Prefeito João Coloniezi, Deputado Boca Aberta pede liberação de R$ 700 mil para Ibiporã

Os pedidos pretendem atender o orçamento nas áreas da saúde e de apoio ao transporte escolar do município.

O deputado federal Boca Aberta protocolou quatro requerimentos solicitando a liberação de recursos orçamentários para o município de Ibiporã. A maioria dos recursos é para as áreas da saúde, sendo um específico para o apoio ao transporte escolar da região.

Ontem o Prefeito de Ibiporã João Coloniezi esteve em Brasília onde se encontrou com diversos Deputados Federais do Paraná, entre ele o Deputado Boca Aberta (PROS). Na oportunidade João falou das demandas de Ibiporã e logo após a visita em postagem em uma rede social falou sobre o encontro.

“O deputado federal Boca Aberta é um importante interlocutor, parceiro de nossa região, na luta por recursos junto ao Governo Federal. Ficamos muito felizes com a forma com que ele e sua equipe nos receberam aqui em Brasília. Inclusive nos informou que já protocolou quatro requerimentos onde pede a liberação de recursos orçamentários em favor de Ibiporã e que, a maioria destes recursos, é para atender áreas da saúde e um para o transporte escolar”, relatou João Coloniezi.

Saúde

Os Requerimentos de Indicação (INC) 179, 178, 180 de 2019 são direcionados ao Ministério da Saúde, assim distribuídos: o requerimento 179/19 solicita liberação de R$ 264.594 destinados a procedimentos médicos de média e alta complexidade realizados pelo município; o requerimento 178/19 é direcionado para o incentivo financeiro à vigilância em saúde, no valor de R$ 40.742,76; e por último, o 180/19, indica a liberação de recursos para o Piso de Atenção Básica em Saúde no valor de R$ 400.645,48.

Transporte escolar

Já no requerimento 177/19, Boca Aberta pede a liberação de recursos para o apoio ao transporte escolar na educação básica da região, tendo destinação o Ministério da Educação, no valor de R$ 3.139,34.

Tramitação

Os Requerimentos de Indicação aguardam despacho do presidente da Câmara dos Deputados para seguirem para apreciação do Executivo.

Fonte: Reportagem Local e Redação/PROS na Câmara

Artigos relacionados

Close