DestaqueEsportesGeralLondrina

Após seis anos e sete meses, Tencati deixa o Londrina

O técnico mais vencedor da história do Londrina e até então o mais longevo do país no cargo, Claudio Tencati encerrou sua passagem pelo clube paranaense. Tencati assumiu o LEC em abril de 2011, em parceira com o gestor Sérgio Malucelli, com a missão de tirar o Tubarão do fundo do poço. Foram seis anos e sete meses no comando londrinense.

O comunicado foi feito para o elenco e funcionários do LEC nesta quarta-feira (22). Na quinta-feira (23), o anúncio será feito oficialmente em uma coletiva de imprensa no CT SM Sports. O acordo foi feito de forma amigável entre Tencati e Malucelli. O próprio treinador pediu para deixar o clube, pois entende que o ciclo no LEC encerrou e que chegou a hora de buscar novos caminhos.

O técnico de 43 anos tirou o clube da Segunda Divisão do Paranaense e colocou o Londrina na Série B do Brasileirão. Ele conquistou os títulos da Série Prata do Estadual, o Paranaense, em 2014, a 3.ª colocação na Série D, também em 2014, o vice-campeonato da Série C, em 2015, e a Copa da Primeira Liga, em 2017. Na Série B, em 2016, ele lutou pelo acesso com o Londrina e terminou a competição na 6ª posição. Nesta temporada, mesmo sem chances de acesso, o LEC é o 5.º colocado.

O nome mais cotado para assumir o Londrina é Ricardinho. O ex-meia pentacampeão do mundo com a seleção brasileira em 2002 não comanda um clube desde 2016, quando estava no Tupi-MG. Como técnico, Ricardinho já treinou o Paraná, Ceará, Avaí, Santa Cruz e Portuguesa e tem boa relação com os dirigentes Sérgio Malucelli e Ocimar Bolicenho.

Atualmente, ele é comentarista esportivo na rádio curitibana UniFM 94,5. A reportagem tentou contato com Ricardinho, mas não obteve resposta até a publicação.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close