Imagem: Reprodução

Você já deve ter visto em sites e/ou redes sociais que há um grupo de pessoas que creem mesmo que a Terra é plana — e esperamos que não tenha acreditado —, mas já reparou que é possível confirmar isso sem a ajuda de ninguém? Veja a seguir 7 maneiras de provar que a Terra é redonda, e que nem tudo que está na internet é verdade.

1. Observe a Lua

Vamos considerar que a Lua é um astro iluminado, pois não emite luz própria, já que ainda não surgiram histórias dizendo que ela não é como parece ser. Quando ocorre um eclipse lunar, a sombra da Terra é projetada nela, mostrando seu formato esférico, e a essa conclusão Aristóteles, na Grécia Antiga, já tinha chegado. Além disso, sabemos que a Terra gira, então como a sombra avança com o mesmo formato oval até cobrir toda a Lua, concluímos também que ela não só é redonda, mas esférica também. Dois coelhos com uma cajadada só.

1

2. O horizonte

Quando você está na praia e vê um navio surgindo do horizonte, ele não começa como um ponto e vai aumentando aos poucos. O que se vê é como se ele fosse um submarino emergindo, e, como um navio não afunda quando quer, isso prova que a Terra é redonda.

Para visualizar melhor, é só tentar colocar uma formiga em cima de uma laranja e fazer com que ela venha em sua direção — o mesmo efeito vai acontecer.

2

3. Constelações visíveis variam

3

Essa foi outra observação de Aristóteles, ainda na Grécia Antiga. Conforme observam-se as estrelas de diferentes posições na Terra, considerando a variação em relação ao Equador, elas são diferentes. Se a Terra fosse realmente plana, a posição do observador seria indiferente, e todas as constelações seriam visíveis de qualquer ponto do planeta.

4

4. Sombras e palitos

Esse método pode parecer complicado, mas nada que uma conversa pelo WhatsApp não resolva. Pegue um palito com 30 centímetros de comprimento e coloque-o exatamente a 90° no chão, às 10h em um dia ensolarado, e meça o comprimento da sombra.

O comprimento das sombras serão diferentes, e com esses valores é possível até calcular a circunferência da Terra com uma boa precisão, como fez Erastótenes na Grécia Antiga.

5. Você vê mais longe de um ponto mais alto

Esse requer um pouco mais de esforço físico, mas nada que uma escalada não resolva o problema. Se a Terra fosse plana, como alguns dizem, com o auxílio de binóculos provavelmente veríamos prédios de outras cidades ou montanhas que estão relativamente próximas de nós, mas não é isso que acontece.

Nosso primeiro impulso contra esse teste é culpar o relevo, e ele pode até influenciar, mas é a esfericidade da Terra que nos impede de observar, pelo menos, os picos das montanhas mais altas do país.

5

6

6. Ande de avião ou pesquise fotos no Google

Em percursos em que o avião alcança maiores altitudes, é possível observar a curvatura da Terra; e, por mais que a viagem dure muitas horas, nunca houve relato algum de que ele saiu dos limites do planeta. Além disso, hoje temos disponíveis fotos da Estação Espacial Internacional, a ISS. Tem como achar que ela é plana de verdade?

7

7. Olhe para outros planetas

Todos os planetas vísiveis têm formato esférico, luas que orbitam planetas são esféricas. Por qual motivo somente o nosso planeta não seria esférico? Essa é uma questão abordada por pensadores que viveram há séculos, e todos chegaram à mesma conclusão, mesmo tendo que enfrentar forças que iam contra essa ideia, como Galileu contrariando o que a Igreja Católica aceitava.

Em uma época em que informação era difícil de se obter, é até aceitável que alguém fosse ludibriado com a história da Terra plana, mas hoje em dia uma rápida pesquisa mostra que não há dúvidas quanto a isso, não é mesmo?